América Central

Vamos explicar o que é a América Central e as suas características físicas e culturais. Além disso, como é a sua economia, a sua religião e a história desta região.

A população da América Central corresponde a cerca de 100 milhões de habitantes.

O que é a América Central?

América Central é a região do continente americano que fica entre a América do Norte e a América do Sul, e está cercada pelo oceano Pacífico, a oeste, e pelo oceano Atlântico e o mar do Caribe, a leste.

O território da América Central compreende duas áreas geográficas:

  • América Central Ístmica. É a estreita faixa continental que liga as Américas do Norte e do Sul.
  • América Central insular. É o grupo de ilhas que se estende pelo mar do Caribe no oceano Atlântico. É dividido segundo o tamanho das ilhas em Grandes Antilhas e Pequenas Antilhas.

A América Central tem uma área de aproximadamente 800 mil quilômetros quadrados e uma população de cerca de 105 milhões de habitantes.

Por que recebeu esse nome? O nome “América” tem origem em Américo Vespúcio, que teria sido o primeiro a propor que a terra onde os europeus haviam chegado era um novo continente (e não uma parte da Ásia, como se acreditava).

CARACTERÍSTICAS DA AMÉRICA CENTRAL

  • É a parte central da América, o mais extenso continente em um sentido meridional.
  • A América é o segundo maior continente do planeta depois da Ásia.
  • Apresenta o istmo do Panamá, uma estreita faixa de terra que liga duas grandes massas de água: o oceano Pacífico e o mar do Caribe (um mar aberto no oceano Atlântico).
  • O Canal do Panamá é uma rota de navegação construída pelo homem, que se beneficiou das condições geográficas do istmo e permite que os navios façam a travessia entre os oceanos Pacífico e Atlântico.
  • O idioma oficial é o espanhol, embora cerca de 20 idiomas indígenas também sejam preservados. Somente em Belize o inglês é o idioma oficial, devido à sua condição de ex-colônia britânica.
  • Na maior parte, o relevo é montanhoso e pode chegar aos 4000 msnm. Tem cerca de 60 vulcões inativos e cerca de 30 vulcões ativos na região costeira do oceano Pacífico.

Extensão territorial, população e países da América Central

A América Central tem uma área de 800 mil quilômetros quadrados, o que representa apenas 0,5% da área terrestre do mundo.

É formado por 20 países e 24 territórios dependentes de outros estados, incluindo Porto Rico, que depende dos Estados Unidos, Curaçao, uma colônia holandesa, e as Ilhas Virgens, dependentes da Grã-Bretanha. Os países mais extensos são a Nicarágua, com 130 mil quilômetros quadrados, Cuba, com 115 mil, e Honduras, com 112 mil.

A população total do continente é de aproximadamente 105 milhões, representando 1,3% da população mundial. A densidade populacional é de 131 habitantes por quilômetro quadrado. Os países mais populosos são a Guatemala, com 17 600 000 habitantes, o Haiti, com 11 300 000, e Cuba, com 11 100 000.

Características físico-naturais da América Central

América Central - Tucán
A América Central é conhecida pelas suas aves, como tucanos, papagaios e quetzais.

Clima e relevo da América Central

O clima que predomina na América Central é o tropical, caracterizado por altas temperaturas e chuvas abundantes durante a maior parte do ano.

Em geral, a região tem uma temperatura média anual alta, variando de 24 a 27 °C, e alta umidade, sobretudo nas regiões costeiras do Pacífico e do Caribe. Além disso, a América Central é suscetível a ciclones tropicais e furacões, sobretudo nos meses de junho a novembro.

Nas áreas montanhosas da região, como a cordilheira que atravessa a América Central, as temperaturas são mais baixas devido à altitude.

O relevo da América Central é caracterizado pela presença de cadeias de montanhas que a atravessam de norte a sul. Está localizada na borda das placas tectônicas do Caribe, de Cocos, da América do Norte e da América do Sul, o que a torna uma área de altíssima atividade sísmica e vulcânica.

Rios e lagos da América Central

A hidrografia da América Central é caracterizada por uma extensa rede de rios e lagos distribuídos tanto no continente quanto nas ilhas.

Na parte continental da América Central, um dos maiores rios é o Usumacinta, que corre por mais de 1000 quilômetros pela Guatemala e deságua no Golfo do México. Outro rio importante é o Lempa, que atravessa Honduras, El Salvador e Guatemala, e tem aproximadamente 422 quilômetros de extensão. O rio Grande de Matagalpa, na Nicarágua, também é um rio importante, tendo cerca de 320 quilômetros de extensão.

Na parte insular da América Central, os rios são mais curtos e menores, contudo são igualmente importantes para o abastecimento de água e as economias locais. Em Cuba, o rio Cauto é o mais longo, com cerca de 250 quilômetros de extensão, enquanto na República Dominicana o rio Yaque del Norte é o mais longo, com cerca de 296 quilômetros de extensão.

Flora e fauna da América Central

A flora da América Central é muito rica devido ao clima quente e chuvoso. O continente tem enormes extensões de vegetação silvestre e florestas nas regiões próximas às encostas da Cordilheira Central. O mogno é a árvore nacional da República Dominicana, onde cresce naturalmente.

Embora apresente um tamanho pequeno em comparação com o resto do continente e represente 1% da área terrestre total, a América Central abriga 8% das reservas naturais do planeta, que concentram mais de 20 mil espécies de plantas.

Em relação à fauna, também é muito variada e diversificada, destacando-se espécies como o gato-maracajá, a jaguatirica, o jaguar, o gambá, o puma, a raposa cinzenta, o coiote, o tatu, o tamanduá, o peixe-boi, a tartaruga verde e a iguana.

Também há cobras, como as jiboias; aves, como os quetzais, os papagaios e os tucanos; peixes, como os tubarões; e mamíferos aquáticos, como os golfinhos.

Cultura e religião da América Central

O idioma predominante na América Central é o espanhol, exceto em Belize, onde se fala inglês, e em algumas ilhas, como Dominica e Haiti, onde se fala francês. Além disso, há muitos idiomas oriundos dos povos originários da América, como o quiché, um idioma maia falado na Guatemala, e o garífuna, um idioma afrodescendente falado em Honduras, Guatemala e Nicarágua.

As religiões que predominam atualmente são o catolicismo e o protestantismo. Também são praticados, em muito menor escala, o judaísmo, o budismo, o Islã e outras religiões de origem indígena.

Atividades econômicas da América Central

O Canal do Panamá é uma das principais rotas de comércio marítimo do mundo.

Uma característica peculiar da América Central é a facilidade de acesso rápido aos oceanos Atlântico e Pacífico, o que favorece o comércio exterior dos países da região. Através das várias rotas marítimas, a América Central desenvolveu sua economia para consumo interno e para exportação.

Por isso, a América Central possui um grande número de portos, como Acajutla, em El Salvador; Bahia Las Minas, no Panamá; Corinto, na Nicarágua; Puerto Cortés, em Honduras e Puerto Limon, na Costa Rica.

A América Central também abriga uma das rotas principais do comércio internacional: o Canal do Panamá. Inaugurado em 1914, esse canal facilita o comércio entre a Ásia, a Europa e a região costeira leste dos Estados Unidos, tornando-o uma das principais rotas de navegação do mundo.

As principais atividades econômicas primárias dos países da América Central são a agricultura, com cultivo de café, banana, cana-de-açúcar e algodão, e a mineração.

Em relação às atividades secundárias, as principais indústrias são as diretamente relacionadas à agricultura e à pecuária, como a produção de alimentos e bebidas e a indústria têxtil.

O turismo também é muito importante em algumas ilhas das Antilhas, especialmente em Cuba e na República Dominicana.

Características políticas da América Central

Os países da América Central podem ser agrupados entre os do continente e as ilhas que formam as chamadas Antilhas.

A região continental da América Central consiste nos países ao longo do istmo que conecta as Américas do Norte e do Sul.

A América Insular ou Antilhas corresponde aos grupos de ilhas no mar do Caribe do oceano Atlântico e inclui uma extensão da península da Flórida, nos Estados Unidos, até a costa leste da Venezuela.

As Antilhas, dependendo do tamanho das ilhas, podem ser classificadas em Grandes Antilhas, compostas pelas ilhas maiores, e Pequenas Antilhas, compostas pelas ilhas menores.

Os países da América Central estão distribuídos territorialmente da seguinte forma:

LocalizaçãoPaíses
América Central ContinentalBelize
Costa Rica
El Salvador
Guatemala
Honduras
Nicarágua
Panamá


 Grandes Antilhas
Bahamas
Cuba
Haiti
Jamaica
Porto Rico
República Dominicana
Pequenas AntilhasAntígua e Barbuda
Barbados
Dominica
Granada
São Cristóvão e Névis
São Vicente e Granadinas
Santa Lúcia
Trinidad e Tobago

Todos os estados soberanos neste continente estão totalmente representados nas Nações Unidas. Além disso, alguns fazem parte de blocos regionais, como o CARICOM (Comunidade do Caribe) e o SICA (Sistema de Integração Centro-Americana).

História da América Central

Antes da conquista europeia, a América Central se caracterizava pela presença de povos indígenas que habitavam a região, em especial o grande Império Maia, que se situava nos atuais territórios da Guatemala, Honduras e Belize.

Quando os conquistadores espanhóis chegaram no século XVI, a região era habitada por uma grande variedade de povos originários que tinham diferentes formas de organização social, política e econômica. A conquista espanhola provocou um forte impacto na região por meio da exploração de recursos naturais destinados à Europa, da imposição do cristianismo como religião e da escravização da população indígena.

Durante o século XIX, a maioria dos países da América Central se tornou independente da Espanha, embora muitos deles tenham sofrido conflitos internos e externos nos anos seguintes. No século XX, a região passou por processos políticos muito complexos devido às ditaduras impostas em muitos países, às guerras civis e aos movimentos revolucionários que ocorreram em países como Nicarágua e El Salvador.

Referências

  • Cuevas, J. M. (2020). Centroamérica: origen común, caminos diferentes. ElOrdenMundial
  • Gil, A. (2021). El mapa político de América Central. ElOrdenMundial
  • CARICOM (2020). Annual Report 2020. Caricom
  • Lee Woodward, R. & Bushnell, D. (2023). Central America. Britannica

Como citar?

Citar a fonte original da qual extraímos as informações serve para dar crédito aos respectivos autores e evitar cometer plágio. Além disso, permite que os leitores acessem as fontes originais que foram utilizadas em um texto para verificar ou ampliar as informações, caso necessitem.

Para citar de forma adequada, recomendamos o uso das normas ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), que é uma entidade privada, sem fins lucrativos, usada pelas principais instituições acadêmicas e de pesquisa no Brasil para padronizar as produções técnicas.

SPOSOB, Gustavo. América Central. Enciclopédia Humanidades, 2023. Disponível em: https://humanidades.com/br/america-central/. Acesso em: 17 julho, 2024.

Sobre o autor

Autor: Gustavo Sposob

Professor de Geografia do ensino médio e superior (UBA).

Traduzido por: Márcia Killmann

Licenciatura em letras (UNISINOS), Doutorado em Letras (Universidad Nacional del Sur)

Data da última edição: 6 maio, 2024
Data de publicação: 13 julho, 2023

Esta informação foi útil para você?

Não

    Genial! Obrigado por nos visitar :)