América Central

Vamos explicar o que é a América Central e as suas características físicas e culturais. Além disso, como é a sua economia, a sua religião e a história desta região.

A população da América Central corresponde a cerca de 100 milhões de habitantes.

O que é a América Central?

América Central é a região do continente americano que fica entre a América do Norte e a América do Sul, e está cercada pelo oceano Pacífico, a oeste, e pelo oceano Atlântico e o mar do Caribe, a leste.

O território da América Central compreende duas áreas geográficas:

  • América Central Ístmica. É a estreita faixa continental que liga as Américas do Norte e do Sul.
  • América Central insular. É o grupo de ilhas que se estende pelo mar do Caribe no oceano Atlântico. É dividido segundo o tamanho das ilhas em Grandes Antilhas e Pequenas Antilhas.

A América Central tem uma área de aproximadamente 800 mil quilômetros quadrados e uma população de cerca de 105 milhões de habitantes.

Por que recebeu esse nome? O nome “América” tem origem em Américo Vespúcio, que teria sido o primeiro a propor que a terra onde os europeus haviam chegado era um novo continente (e não uma parte da Ásia, como se acreditava).

CARACTERÍSTICAS DA AMÉRICA CENTRAL

  • É a parte central da América, o mais extenso continente em um sentido meridional.
  • A América é o segundo maior continente do planeta depois da Ásia.
  • Apresenta o istmo do Panamá, uma estreita faixa de terra que liga duas grandes massas de água: o oceano Pacífico e o mar do Caribe (um mar aberto no oceano Atlântico).
  • O Canal do Panamá é uma rota de navegação construída pelo homem, que se beneficiou das condições geográficas do istmo e permite que os navios façam a travessia entre os oceanos Pacífico e Atlântico.
  • O idioma oficial é o espanhol, embora cerca de 20 idiomas indígenas também sejam preservados. Somente em Belize o inglês é o idioma oficial, devido à sua condição de ex-colônia britânica.
  • Na maior parte, o relevo é montanhoso e pode chegar aos 4000 msnm. Tem cerca de 60 vulcões inativos e cerca de 30 vulcões ativos na região costeira do oceano Pacífico.

Extensão territorial, população e países da América Central

A América Central tem uma área de 800 mil quilômetros quadrados, o que representa apenas 0,5% da área terrestre do mundo.

É formado por 20 países e 24 territórios dependentes de outros estados, incluindo Porto Rico, que depende dos Estados Unidos, Curaçao, uma colônia holandesa, e as Ilhas Virgens, dependentes da Grã-Bretanha. Os países mais extensos são a Nicarágua, com 130 mil quilômetros quadrados, Cuba, com 115 mil, e Honduras, com 112 mil.

A população total do continente é de aproximadamente 105 milhões, representando 1,3% da população mundial. A densidade populacional é de 131 habitantes por quilômetro quadrado. Os países mais populosos são a Guatemala, com 17 600 000 habitantes, o Haiti, com 11 300 000, e Cuba, com 11 100 000.

Características físico-naturais da América Central

América Central - Tucán
A América Central é conhecida pelas suas aves, como tucanos, papagaios e quetzais.

Clima e relevo da América Central

O clima que predomina na América Central é o tropical, caracterizado por altas temperaturas e chuvas abundantes durante a maior parte do ano.

Em geral, a região tem uma temperatura média anual alta, variando de 24 a 27 °C, e alta umidade, sobretudo nas regiões costeiras do Pacífico e do Caribe. Além disso, a América Central é suscetível a ciclones tropicais e furacões, sobretudo nos meses de junho a novembro.

Nas áreas montanhosas da região, como a cordilheira que atravessa a América Central, as temperaturas são mais baixas devido à altitude.

O relevo da América Central é caracterizado pela presença de cadeias de montanhas que a atravessam de norte a sul. Está localizada na borda das placas tectônicas do Caribe, de Cocos, da América do Norte e da América do Sul, o que a torna uma área de altíssima atividade sísmica e vulcânica.

Rios e lagos da América Central

A hidrografia da América Central é caracterizada por uma extensa rede de rios e lagos distribuídos tanto no continente quanto nas ilhas.

Na parte continental da América Central, um dos maiores rios é o Usumacinta, que corre por mais de 1000 quilômetros pela Guatemala e deságua no Golfo do México. Outro rio importante é o Lempa, que atravessa Honduras, El Salvador e Guatemala, e tem aproximadamente 422 quilômetros de extensão. O rio Grande de Matagalpa, na Nicarágua, também é um rio importante, tendo cerca de 320 quilômetros de extensão.

Na parte insular da América Central, os rios são mais curtos e menores, contudo são igualmente importantes para o abastecimento de água e as economias locais. Em Cuba, o rio Cauto é o mais longo, com cerca de 250 quilômetros de extensão, enquanto na República Dominicana o rio Yaque del Norte é o mais longo, com cerca de 296 quilômetros de extensão.

Flora e fauna da América Central

A flora da América Central é muito rica devido ao clima quente e chuvoso. O continente tem enormes extensões de vegetação silvestre e florestas nas regiões próximas às encostas da Cordilheira Central. O mogno é a árvore nacional da República Dominicana, onde cresce naturalmente.

Embora apresente um tamanho pequeno em comparação com o resto do continente e represente 1% da área terrestre total, a América Central abriga 8% das reservas naturais do planeta, que concentram mais de 20 mil espécies de plantas.

Em relação à fauna, também é muito variada e diversificada, destacando-se espécies como o gato-maracajá, a jaguatirica, o jaguar, o gambá, o puma, a raposa cinzenta, o coiote, o tatu, o tamanduá, o peixe-boi, a tartaruga verde e a iguana.

Também há cobras, como as jiboias; aves, como os quetzais, os papagaios e os tucanos; peixes, como os tubarões; e mamíferos aquáticos, como os golfinhos.

Cultura e religião da América Central

O idioma predominante na América Central é o espanhol, exceto em Belize, onde se fala inglês, e em algumas ilhas, como Dominica e Haiti, onde se fala francês. Além disso, há muitos idiomas oriundos dos povos originários da América, como o quiché, um idioma maia falado na Guatemala, e o garífuna, um idioma afrodescendente falado em Honduras, Guatemala e Nicarágua.

As religiões que predominam atualmente são o catolicismo e o protestantismo. Também são praticados, em muito menor escala, o judaísmo, o budismo, o Islã e outras religiões de origem indígena.

Atividades econômicas da América Central

O Canal do Panamá é uma das principais rotas de comércio marítimo do mundo.

Uma característica peculiar da América Central é a facilidade de acesso rápido aos oceanos Atlântico e Pacífico, o que favorece o comércio exterior dos países da região. Através das várias rotas marítimas, a América Central desenvolveu sua economia para consumo interno e para exportação.

Por isso, a América Central possui um grande número de portos, como Acajutla, em El Salvador; Bahia Las Minas, no Panamá; Corinto, na Nicarágua; Puerto Cortés, em Honduras e Puerto Limon, na Costa Rica.

A América Central também abriga uma das rotas principais do comércio internacional: o Canal do Panamá. Inaugurado em 1914, esse canal facilita o comércio entre a Ásia, a Europa e a região costeira leste dos Estados Unidos, tornando-o uma das principais rotas de navegação do mundo.

As principais atividades econômicas primárias dos países da América Central são a agricultura, com cultivo de café, banana, cana-de-açúcar e algodão, e a mineração.

Em relação às atividades secundárias, as principais indústrias são as diretamente relacionadas à agricultura e à pecuária, como a produção de alimentos e bebidas e a indústria têxtil.

O turismo também é muito importante em algumas ilhas das Antilhas, especialmente em Cuba e na República Dominicana.

Características políticas da América Central

Os países da América Central podem ser agrupados entre os do continente e as ilhas que formam as chamadas Antilhas.

A região continental da América Central consiste nos países ao longo do istmo que conecta as Américas do Norte e do Sul.

A América Insular ou Antilhas corresponde aos grupos de ilhas no mar do Caribe do oceano Atlântico e inclui uma extensão da península da Flórida, nos Estados Unidos, até a costa leste da Venezuela.

As Antilhas, dependendo do tamanho das ilhas, podem ser classificadas em Grandes Antilhas, compostas pelas ilhas maiores, e Pequenas Antilhas, compostas pelas ilhas menores.

Os países da América Central estão distribuídos territorialmente da seguinte forma:

LocalizaçãoPaíses
América Central ContinentalBelize
Costa Rica
El Salvador
Guatemala
Honduras
Nicarágua
Panamá


 Grandes Antilhas
Bahamas
Cuba
Haiti
Jamaica
Porto Rico
República Dominicana
Pequenas AntilhasAntígua e Barbuda
Barbados
Dominica
Granada
São Cristóvão e Névis
São Vicente e Granadinas
Santa Lúcia
Trinidad e Tobago

Todos os estados soberanos neste continente estão totalmente representados nas Nações Unidas. Além disso, alguns fazem parte de blocos regionais, como o CARICOM (Comunidade do Caribe) e o SICA (Sistema de Integração Centro-Americana).

História da América Central

Antes da conquista europeia, a América Central se caracterizava pela presença de povos indígenas que habitavam a região, em especial o grande Império Maia, que se situava nos atuais territórios da Guatemala, Honduras e Belize.

Quando os conquistadores espanhóis chegaram no século XVI, a região era habitada por uma grande variedade de povos originários que tinham diferentes formas de organização social, política e econômica. A conquista espanhola provocou um forte impacto na região por meio da exploração de recursos naturais destinados à Europa, da imposição do cristianismo como religião e da escravização da população indígena.

Durante o século XIX, a maioria dos países da América Central se tornou independente da Espanha, embora muitos deles tenham sofrido conflitos internos e externos nos anos seguintes. No século XX, a região passou por processos políticos muito complexos devido às ditaduras impostas em muitos países, às guerras civis e aos movimentos revolucionários que ocorreram em países como Nicarágua e El Salvador.

Referências

  • Cuevas, J. M. (2020). Centroamérica: origen común, caminos diferentes. ElOrdenMundial
  • Gil, A. (2021). El mapa político de América Central. ElOrdenMundial
  • CARICOM (2020). Annual Report 2020. Caricom
  • Lee Woodward, R. & Bushnell, D. (2023). Central America. Britannica

Como citar?

As citações ou referências aos nossos artigos podem ser usadas de forma livre para pesquisas. Para citarnos, sugerimos utilizar as normas da ABNT NBR 14724:

SPOSOB, Gustavo. América Central. Enciclopedia Humanidades, 2023. Disponível em: https://humanidades.com/br/america-central/. Acesso em: 1 março, 2024.

Sobre o autor

Autor: Gustavo Sposob

Professor de Geografia do ensino médio e superior (UBA).

Traduzido por: Márcia Killmann

Licenciatura em letras (UNISINOS), Doutorado em Letras (Universidad Nacional del Sur)

Data da última edição: 29 fevereiro, 2024
Data de publicação: 13 julho, 2023

Esta informação foi útil para você?

Não

    Genial! Obrigado por nos visitar :)