Floresta

Vamos explicar o que são as florestas, como são classificados, a flora e fauna que apresentam. Além disso, quais são as suas características e sua importância.

bosque
As florestas desempenham um papel muito importante nos ciclos da natureza.

O que são florestas?

As florestas são biomas que se caracterizam pela presença de árvores e arbustos como vegetação predominante. Contêm grande parte da biodiversidade do planeta e estão espalhados por todos os cinco continentes, exceto a Antártida. As suas características específicas dependem do clima, do relevo e dos solos do lugar. Por esta razão, existem florestas de composição e biodiversidade muito variadas em diferentes partes da Terra.

As florestas desempenham um papel fundamental para o equilíbrio ecológico do planeta e para a vida humana e animal em geral. Seus serviços ambientais são muito variados: produzem oxigênio e captam dióxido de carbono através da fotossíntese, são o habitat natural de uma grande diversidade de espécies, e fornecem matérias-primas e recursos para as sociedades humanas.

Ao longo da história, os seres humanos têm utilizado os recursos das florestas, mas a exploração muitas vezes é realizada sem levar em consideração os ciclos biológicos dos ecossistemas que os compõem. Esta situação deu origem a problemas ambientais que destruíram grandes extensões de florestas e ameaçaram os já existentes devido aos elevados níveis de desflorestação e poluição.

Características das florestas

As florestas têm as seguintes características:

  • Sua vegetação predominante são as árvores e os arbustos.
  • Apareceram na Terra há cerca de 400 milhões de anos.
  • Encontram-se em todos os continentes do planeta, exceto na Antártida.
  • Desempenham um papel fundamental no equilíbrio ecológico do planeta.
  • Abrigam uma grande variedade e diversidade de espécies animais e vegetais.
  • Podem ser classificadas de acordo com o tipo de folha, tipo de vegetação e clima.
  • A sua superfície diminuiu nos últimos anos devido aos incêndios florestais e à desflorestação.

Origem das florestas

As florestas surgiram no planeta há quase 400 milhões de anos, quando os primeiros organismos vegetais abandonaram o mar e se adaptaram à vida em terra firme. Neste processo, aproveitaram as chuvas para se desenvolverem e absorveram o dióxido de carbono da atmosfera para produzir oxigênio.

A concorrência pela luz solar e pelos recursos do solo levou ao desenvolvimento de espécies vegetais mais altas, como as árvores, que continuaram a evoluir e a se adaptar às mudanças ecológicas que se produziram com o tempo geológico no planeta, entre eles, o movimento dos continentes e as mudanças climáticas. Isto deu origem a diversos tipos de florestas em diferentes lugares, com variados climas, solos e altitudes.

Distribuição das florestas

bosque-altura
A Terra tem cerca de 4 bilhões de hectares de florestas.

As florestas encontram-se em todos os continentes do planeta, exceto na Antártida. Situam-se nas mais diversas latitudes e regiões climáticas e ocupam cerca de 4 bilhões de hectares, o que representa 30% da superfície da Terra.

No que diz respeito à distribuição por países, estima-se que as maiores áreas de florestas se encontram na Rússia, no Brasil, no Canadá, nos Estados Unidos, na China e na República Democrática do Congo.

Tipos de florestas de acordo com a folha das árvores

bosque-pinos
Nas florestas perenes, as árvores mantêm a folhagem o ano todo.

As florestas podem ser classificadas de acordo com a presença ou ausência de folhas nas suas árvores durante o outono e a chegada do frio. Segundo esta característica, existem:

  • Florestas caducifólias. São florestas cujas árvores perdem a folhagem durante uma parte do ano, geralmente nos meses mais frios.
  • Florestas perenes. São florestas cujas árvores mantêm a folhagem durante todo o ano.

Tipos de florestas de acordo com a sua vegetação

bosque
Nas florestas de folhosas, há muita competição pela luz solar.

Segundo o tipo de vegetação predominante e a forma das folhas das árvores, as florestas podem ser classificadas em:

  • Florestas de folhosas (folhas largas). São florestas cujas árvores têm folhas de grande tamanho e costumam ter ramos espessos, com muita competição pela luz solar. Devido a isso, as árvores são geralmente muito altas e desenvolvidas. São típicas de áreas quentes e chuvosas.
  • Florestas de coníferas (folha acicular). São florestas cujas árvores têm folhas finas e pontiagudas. Em geral, trata-se de espécies perenes que crescem em ambientes frios e chuvosos.
  • Florestas mistas. São florestas que combinam espécies de árvores frondosas e coníferas, em regiões de transição entre climas frios e quentes.

Tipos de florestas de acordo com o clima

bosque boreal
As florestas boreais predominam nas zonas com climas polares frios.

As florestas podem ser classificadas de acordo com o clima em que se desenvolvem. Segundo esta característica, existem:

  • Florestas boreais. Predominam em climas polares ou subpolares. Costumam ser de coníferas com folhas perenes, adaptadas às baixas temperaturas.
  • Florestas temperadas. São encontrados em climas temperados e continentais, sobretudo nas regiões mais quentes. Podem ser caducifólias de folha larga ou perenifólias coníferas, adaptadas a regiões de grande amplitude térmica, com verões quentes e invernos frios.
  • Florestas subtropicais. Proliferam nas regiões subtropicais úmidas ou secas e nelas predomina a vegetação mista.
  • Florestas tropicais ou pluviais. Encontram-se em regiões ao redor da Linha do Equador, onde abundam as precipitações e faz calor quase todo o ano. Também são chamadas de selvas. Apresentam uma enorme variedade de espécies de árvores e arbustos adaptados à umidade e temperaturas elevadas.

Flora e fauna das florestas

bosque-fauna
As florestas são o habitat de muitas espécies animais.

Nas florestas tropicais e subtropicais, a flora se caracteriza pela presença de árvores de folha larga, como caobas e palmeiras, e uma abundância de plantas epífitas, como orquídeas e lianas. Estas florestas são conhecidas pela sua extraordinária biodiversidade. A fauna inclui macacos e lêmures, aves exóticas como araras e tucanos, e também anfíbios e répteis.

Nas florestas boreais, a flora é dominada por coníferas, como cedros e abetos, juntamente com musgos e líquenes que se adaptam às baixas temperaturas. No que se refere à fauna, existem mamíferos adaptados ao frio, como renas e alces, aves migratórias e uma variedade de insetos resistentes às baixas temperaturas.

As florestas temperadas abrigam uma combinação de espécies de folhas largas e coníferas, como carvalhos, abetos e pinheiros. A fauna é variada e inclui mamíferos como cervos e raposas, uma diversidade de aves e uma ampla gama de insetos e invertebrados.

Importância ambiental das florestas

bosque - oso pardo
As florestas desempenham uma função vital para a vida no planeta.

As florestas desempenham uma função vital para o desenvolvimento da vida na Terra:

  • Produção de oxigênio. As florestas permitem a reposição do oxigênio atmosférico, uma vez que absorvem dióxido de carbono (CO2) e libertam oxigênio através da fotossíntese.
  • Armazenamento de carbono. As florestas funcionam como sumidouros de carbono, absorvendo dióxido de carbono durante a fotossíntese. Isto ajuda a mitigar as alterações climáticas, uma vez que reduz a quantidade de CO2 na atmosfera.
  • Biodiversidade. As florestas são habitats ricos em biodiversidade e abrigam uma grande variedade de espécies vegetais, animais e microrganismos.
  • Habitat para a vida selvagem. As florestas fornecem abrigo, alimento e habitats de reprodução para muitos animais. São essenciais para a sobrevivência de muitas espécies, desde mamíferos e aves até insetos e fungos.
  • Regulação do ciclo da água. As florestas desempenham um papel fundamental na regulação do ciclo hidrológico. Absorvem água através das raízes, libertam-na para a atmosfera através da transpiração das folhas e contribuem para a formação de nuvens e precipitações. Isto ajuda a manter os caudais dos rios, a prevenir inundações e a reabastecer os aquíferos.
  • Proteção do solo. As raízes das árvores e outras plantas ajudam a prevenir a erosão do solo, pois agem como âncora e retêm a terra através de suas raízes.
  • Fornecimento de recursos. As florestas fornecem uma vasta gama de recursos naturais essenciais para a vida humana, para a medicina e para a indústria.
  • Recreação e valor cultural. As florestas têm um valor cultural e recreativo. São utilizados para atividades esportivas e turísticas, e constituem sítios culturais e espirituais para muitas comunidades.

Importância econômica das florestas

As florestas desempenham um papel importante na economia, uma vez que prestam uma vasta gama de serviços ambientais e recursos naturais:

  • Produtos de madeira. A madeira é um recurso fundamental proveniente das florestas e é utilizada em diversas indústrias, como a construção, a fabricação de móveis e de papel. É uma atividade que gera emprego para milhões de pessoas em todo o mundo.
  • Produtos não madeireiros. As florestas fornecem uma ampla variedade de produtos não madeireiros, como frutos, resinas e plantas medicinais. Estes produtos são fundamentais para garantir a segurança alimentar e o rendimento das comunidades locais que vivem nas proximidades ou dentro das florestas.
  • Turismo e recreação. As florestas atraem turistas e amantes da natureza, o que gera receitas através do ecoturismo e das atividades recreativas. A beleza paisagística e a biodiversidade fazem das florestas destinos valiosos para o turismo.

Ameaças às florestas

Os principais problemas ambientais que ameaçam as florestas atualmente são:

  • A desflorestação. A desflorestação é uma das principais causas da redução das superfícies arborizadas da Terra nos últimos séculos, e é a ameaça mais importante atualmente. É produzida principalmente pela expansão das fronteiras agrícolas, ou seja, as florestas são desflorestadas para poderem aumentar as superfícies de cultivo e pecuária.
  • Os incêndios florestais. Os incêndios florestais destroem enormes áreas de florestas todos os anos. Alguns são produzidos naturalmente e outros são produto de acidentes humanos, mas a maioria é causada por causas humanas intencionais. Isto significa que as pessoas incendeiam as florestas com o objetivo de levar adiante a prática de alguma atividade econômica ou algum negócio imobiliário.
  • A poluição. A poluição do ar e da água causada pelas atividades humanas nas florestas afeta a qualidade do solo, o crescimento das plantas e a saúde dos animais.
  • As mudanças climáticas. As mudanças climáticas afetam as florestas, alterando os padrões climáticos, aumentando as temperaturas e alterando a distribuição e reprodução das espécies. Isto provoca mudanças na composição da flora e da fauna, bem como eventos climáticos extremos mais frequentes, tais como inundações.

Referências

Como citar?

As citações ou referências aos nossos artigos podem ser usadas de forma livre para pesquisas. Para citarnos, sugerimos utilizar as normas da ABNT NBR 14724:

SPOSOB, Gustavo. Floresta. Enciclopedia Humanidades, 2024. Disponível em: https://humanidades.com/br/floresta/. Acesso em: 19 abril, 2024.

Sobre o autor

Autor: Gustavo Sposob

Professor de Geografia do ensino médio e superior (UBA).

Traduzido por: Cristina Zambra

Licenciada em Letras: Português e Literaturas da Língua Portuguesa (UNIJUÍ)

Data da última edição: 25 março, 2024
Data de publicação: 25 março, 2024

Esta informação foi útil para você?

Não

    Genial! Obrigado por nos visitar :)