Nicarágua

Vamos explicar tudo sobre a Nicarágua, suas características físicas e culturais. Além disso, como é a economia, a religião e a história deste país.

A Nicarágua possui um regime de governo democrático e presidencialista.

Nicarágua

A Nicarágua é um Estado nacional, cujo nome oficial é República da Nicarágua. Encontra-se no centro da América Central e faz fronteira ao norte com Honduras e ao sul com a Costa Rica. Sua capital é a cidade de Manágua. É o país mais extenso da América Central e o quarto mais povoado, depois da Guatemala, de Honduras e de El Salvador.

A Nicarágua está dividida em 15 estados provinciais chamados “departamentos” e duas regiões autônomas. Os departamentos mais populosos são Manágua (onde se encontra sua capital), Chinandega e León. Seu regime de governo é democrático e presidencialista, e o gentílico de seus habitantes é “nicaraguenses”.

Como a maioria dos países da América Latina, a Nicarágua foi uma colônia espanhola, e a língua oficial e mais falada do país é o espanhol. No entanto, em algumas regiões do litoral atlântico se fala uma variante do inglês e várias línguas indígenas.

Atualmente, a Nicarágua tem um sistema político republicano e presidencialista. Tem representação plena na ONU e é membro da Organização dos Estados Americanos (OEA), da Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos (CELAC) e do Sistema de Integração Centro-Americana (SICA).

Por que se chama “Nicarágua”? Acredita-se que o nome de Nicarágua provém dos vocábulos indígenas da região e poderia traduzir-se como “O reino dos que habitam junto a grandes depósitos de água”. Outra teoria sustenta que seu nome poderia derivar do vocábulo “nic - anahuac” que significa “lugar junto ao grande lago”.

Características da Nicarágua

Algumas características deste país são:

  • Sua população é de 6 milhões e 730 mil habitantes.
  • Tem uma superfície de 130 373 km2 e uma densidade populacional de 51,6 habitantes por quilômetro quadrado. É o país mais extenso da América Central
  • Sua capital é Manágua, que tem 1 milhão e 60 mil habitantes.
  • Tem litoral sobre o oceano Pacífico e sobre o mar do Caribe.
  • O clima predominante é quente e chuvoso.
  • Encontra-se sobre uma zona sísmica e vulcânica ativa.
  • Em seu território, encontra-se o lago Cocibolca, o mais extenso da América Central.
  • As suas principais atividades econômicas são a agricultura, a pecuária, a pesca, a exploração mineira e o turismo.

Extensão, população e capital da Nicarágua

Nicaragua
Manágua tem pouco mais de um milhão de habitantes.

A Nicarágua tem uma extensão de 130 373 km2, o que a torna o país mais extenso da América Central. Tem uma população de 6 milhões e 730 mil habitantes, e uma densidade populacional de 51,6 habitantes por quilômetro quadrado.

Está dividida em 15 estados provinciais chamados “departamentos” e duas regiões autônomas. Os departamentos mais povoados são Manágua, onde se encontra a sua capital, Chinandega e León. Suas duas regiões autônomas, chamadas Costa do Caribe Norte e Costa do Caribe Sul, estão no leste do país e são duas das divisões administrativas mais extensas do país.

A capital da Nicarágua é a cidade de Manágua. Tem uma população de 1 milhão e 60 mil habitantes, sua área metropolitana soma mais de 2 milhões e 200 mil, o que representa 32,6 % do total do país. Outras cidades importantes são León, com 213 mil habitantes e Masaya, com 191 mil habitantes.

A população da Nicarágua está distribuída de forma muito desigual no território. A maior concentração populacional se encontra no litoral pacífico do país, onde se encontra a sua capital Manágua e as cidades mais povoadas. Pelo contrário, a região oriental está praticamente despovoada.

Clima, relevo e hidrografia de Nicarágua

No oeste da Nicarágua, encontram-se as montanhas e vulcões da cordilheira dos Maribios.

A maior parte do território da Nicarágua tem clima tropical. Segundo a classificação climática de Köppen, este clima tem dois subtipos: o tropical equatorial, na zona caribenha, com temperaturas elevadas e chuvas abundantes todo o ano; e o subtropical monçônico, no setor pacífico, com temperaturas elevadas, mas com uma seca de inverno bem marcada.

Por encontrar-se em uma zona de borda entre as placas Pacífica, Cocos e América do Norte, a Nicarágua tem uma importante atividade sísmica e vulcânica. Os relevos mais elevados se encontram no oeste do país, enquanto o leste é mais plano e ondulado.

No oeste do país se encontram as montanhas e vulcões da cordilheira dos Maribios. Os relevos mais elevados são o vulcão São Cristóvão, o ponto de maior altitude da Nicarágua, com 1745 metros de altura, e os vulcões Momotombo, Télica e Masaya.

A hidrografia da Nicarágua se destaca pela presença de grandes lagos de água doce no interior de seu território. O lago Cocibolca, com mais de 8 mil quilômetros quadrados de área, é o maior da América Central e está localizado dentro dos 20 maiores lagos de água doce do mundo. Quanto aos rios, o Segóvia, com 841 quilômetros de comprimento, é o mais extenso do país.

A flora e a fauna da Nicarágua mostram as típicas adaptações ecológicas da floresta úmida formada pelas altas temperaturas e pelas abundantes precipitações. A abundante biodiversidade é uma característica da Nicarágua com espécies adaptadas à alta umidade e ao calor. Como característica particular, o lago Cocibolca abriga as únicas espécies de tubarões de água doce do mundo.

O terremoto de Manágua, que aconteceu em 1972, foi o mais importante da história do país. Ocorreu no dia 23 de dezembro, pela manhã. Sua magnitude foi de 6,2 na escala Richter, e embora não fosse tanta a energia liberada, provocou uma grande destruição na cidade de Manágua, centenas de milhares de pessoas perderam suas casas e cerca de 20 mil perderam a vida.

Cultura da Nicarágua

Nicaragua
A Nicarágua é famosa por seu grande número de festas e celebrações.

A cultura local é, como em toda a América Central, uma mistura entre a herança europeia e a herança originária das culturas pré-colombianas. Entre elas, encontram-se os povos nahuas, chorotegas, sutiabas, lenmichies, chibchas e também os migrantes africanos levados em condição de escravidão à América colonial espanhola.

A língua oficial e mais falada do país é o espanhol. No entanto, em algumas regiões do litoral atlântico se fala uma variante do inglês chamado “miskito coast creole” e vários idiomas indígenas. Quanto à religião, as mais difundidas são a católica e a evangélica.

Quanto à arte, a Nicarágua se destaca por ter dado à cultura hispano-americana um dos grandes representantes da poesia, conhecido como “o príncipe da poesia hispano-americana” ou “o pai do modernismo”, Rubén Darío.

Outros autores destacados na literatura foram Ernesto Cardenal (poesia), Gioconda Belli (poesia e narrativa) e Sergio Ramírez (narrativa). O mesmo ocorre com pintores como Armando Morales, Rodrigo Peñalba ou Leoncio Suárez.

A música nicaraguense tem influência da cultura espanhola, africana e originária da América. O son nica e o palo de mayo são os dois gêneros musicais mais difundidos da música popular da Nicarágua.

A gastronomia também é fortemente influenciada pela história colonial do país. A maioria de seus pratos típicos são compostos de milho, o cultivo tradicional da América Central e do México. Alguns dos pratos típicos do país são o Gallo Pinto, que tem como base o arroz, e o Nacatamal, feito com farinha de milho e carne.

Símbolos patrióticos da Nicarágua

nicaragua bandera
A Bandeira da Nicarágua foi criada em 1908, mas oficializada apenas em 1971.

Os símbolos patrióticos do país são:

  • A Bandeira. Foi criada em 1908, mas oficializada apenas em 1971. Consiste em três faixas horizontais de espessura e comprimento iguais, a primeira e a última de cor azul-cobalto e a do meio de cor branca. Nesta última, figura no centro o Brasão Nacional. Como em vários de seus países vizinhos, é uma bandeira derivada da que pertence às Províncias Unidas do Centro de América.
  • O Hino Nacional. Seu nome é Salve a ti (Nós te saudamos). Foi escrito por Salomão Ibarra Mayorga e a música composta por Luis Abraham Delgadillo. Foi oficialmente adotado como hino nacional em 1919.
  • O Brasão. Foi criado em 1908. É composto por um triângulo equilátero que tem dentro cinco vulcões de cor verde, uma toca vermelha e um arco-íris. Ao redor do triângulo aparecem as palavras “República da Nicarágua” e “América Central”.

História da Nicarágua

Em 1979, a Revolução Sandinista derrubou a ditadura da família Somoza.

Os primeiros indícios de ocupação humana no território da Nicarágua foram encontrados no litoral caribenho e tinham uma antiguidade de oito mil anos. Muito tempo depois se instalaram grupos como os nicaraguenses, que migraram do norte após a queda de Teotihuacán e se estabeleceram em torno de Ometepe, uma ilha vulcânica no meio do lago Cocibolca.

A Nicarágua fez parte dos territórios americanos da coroa espanhola e integrou o Reino da Guatemala, administrado pela Real Audiência da Guatemala que, por sua vez, dependia do vice-reinado da Nova Espanha.

Durante as lutas independentistas do século XIX, as cinco províncias que integravam o Reino da Guatemala (incluindo a Nicarágua), tornaram-se independentes do Império Espanhol em 1821 e anexaram-se ao Primeiro Império Mexicano.

Em 1823, o império foi dissolvido após a renúncia de Agostinho de Iturbide. A Nicarágua e as outras províncias centro-americanas formaram as Províncias Unidas da América Central, que em 1824 adotaram o nome de República Federal da América Central. A Nicarágua se separou em 1838 e iniciou sua vida como república independente.

O século XX nicaraguense foi marcado pela instabilidade política e pelas intervenções militares dos Estados Unidos. Muitos líderes surgiram contra a intervenção estrangeira, entre eles o camponês revolucionário Augusto Sandino, assassinado em 1934.

Em 1937, chegou ao poder o general Anastasio Somoza, que instaurou uma ditadura que perdurou nas mãos da família Somoza até 1979, quando foi derrubada pela Revolução Sandinista.

Em plena Guerra Fria, os Estados Unidos temeram uma tendência para o comunismo e impuseram um bloqueio econômico ao novo governo da Nicarágua, que passou a depender cada vez mais de Cuba e da URSS. O governo norte-americano treinou e financiou tropas nicaraguenses, os “Contras”, que enfrentaram os sandinistas em uma guerra civil.

Em 1989, foi acordado um cessar-fogo e nas eleições de 1990 ganhou a presidência o partido da União Nacional Opositora. A Frente Sandinista de Libertação Nacional voltou ao poder em 2007 e desde então encabeça um governo autoritário presidido por Daniel Ortega.

Atividades econômicas da Nicarágua

nicaragua playa caribe
As praias caribenhas da Nicarágua se combinam com suas atrações culturais e históricas.

Seus principais parceiros comerciais são os Estados Unidos, a China, El Salvador, a Guatemala, a Costa Rica e o México. A moeda oficial é o córdoba.

As atividades econômicas mais importantes da Nicarágua são:

  • Agricultura e criação de gado. A produção de cana-de-açúcar é a atividade econômica primária mais importante do país, com mais de 7 milhões de toneladas de produção anual. Seguem-lhe o milho e o arroz. Quanto à pecuária, a mais importante é o gado.
  • Pesca. A influência oceânica e marítima do país favorece a atividade pesqueira. Seus principais produtos de exportação são frutos do mar e lagostas.
  • Mineração. Especializada na produção de ouro e prata. O ouro representa 24% do total das exportações anuais do país.
  • Turismo. A Nicarágua tem um enorme potencial turístico, que combina as praias caribenhas com as tradições dos povos aborígenes americanos.

Referências

Como citar?

As citações ou referências aos nossos artigos podem ser usadas de forma livre para pesquisas. Para citarnos, sugerimos utilizar as normas da ABNT NBR 14724:

SPOSOB, Gustavo. Nicarágua. Enciclopédia Humanidades, 2023. Disponível em: https://humanidades.com/br/nicaragua/. Acesso em: 7 junho, 2024.

Sobre o autor

Autor: Gustavo Sposob

Professor de Geografia do ensino médio e superior (UBA).

Traduzido por: Cristina Zambra

Licenciada em Letras: Português e Literaturas da Língua Portuguesa (UNIJUÍ)

Data da última edição: 6 maio, 2024
Data de publicação: 27 novembro, 2023

Esta informação foi útil para você?

Não

    Genial! Obrigado por nos visitar :)