Canal do Panamá

Vamos explicar o que é o Canal do Panamá, a história da sua criação e a administração. Além disso, quais são as suas características e importância.

O Canal do Panamá permite reduzir o tempo de navegação e comunicação marítima.

O que é o Canal do Panamá?

O Canal do Panamá é a via aquática de navegação interoceânica que atravessa o istmo do Panamá na América Central e conecta o mar do Caribe e o oceano Atlântico ao oceano Pacífico.

O Canal do Panamá atravessa o istmo do Panamá em seu ponto mais estreito e usa um sistema de eclusas para elevar e baixar os navios em diferentes níveis. As eclusas se enchem de água para elevar os navios a 26 metros acima do nível do mar e, em seguida, eles são conduzidos ao lago Gatún, o ponto mais largo do canal. Após saírem do Lago Gatún, os navios descem por outro conjunto de eclusas até chegarem ao outro lado do canal.

O Canal do Panamá pode ser atravessado em aproximadamente 9 horas, o que reduz drasticamente o tempo de navegação, pois antes de sua construção os navios tinham que navegar até o estreito de Magalhães, no extremo sul das Américas, para atravessar do Atlântico para o oceano Pacífico.

O canal tem 77 km de comprimento. Conecta os portos de Balboa, na costa do Pacífico, e Cristóbal, no mar do Caribe. Dentro do canal, cada eclusa tem um comprimento de 305 metros, 33,5 metros de largo e uma profundidade de 25,9 metros.

A construção do Canal do Panamá é considerada um dos maiores feitos de engenharia do século XX.

História do Canal do Panamá

O Canal do Panamá foi inaugurado em 1914.

O istmo do Panamá já era usado pelos povos nativos pré-colombianos para transitar entre um oceano e outro, e os espanhóis aprenderam essa rota durante a conquista.

A construção do Canal do Panamá envolveu diferentes estágios e projetos. Entre os mais importantes estão os seguintes:

  1. 1542. O rei Carlos I da Espanha propôs a criação de um canal para diminuir o tempo de viagem entre a Espanha e o Peru, mas a situação tecnológica da época e a situação financeira da Espanha não permitiram. Durante o século XIX, surgiu a ideia de construir um canal na Nicarágua, mas o projeto foi descartado por motivos políticos.
  2. 1839. O projeto para a construção do Canal do Panamá foi concedido a uma empresa francesa pelo governo da então República de Nova Granada, mas, devido às dificuldades do trabalho, o governo e a empresa francesa perderam o interesse e renunciaram à concessão pouco tempo depois.
  3. 1879. O engenheiro e diplomata francês Ferdinand de Lesseps apresentou um projeto para construir um canal através do istmo do Panamá. Tomou como base a rota que havia sido traçada para a fracassada construção da ferrovia do Panamá em 1850 e os estudos e medições que Alexander Von Humboldt havia feito em suas viagens à região no início do século XIX. Em 1879, Ferdinand de Lesseps retomou o projeto depois de construir o canal de Suez no Egito.
  4. 1881. As obras começaram em meio a epidemias de febre amarela, às dificuldades encontradas no terreno e à descoberta de corrupção empresarial conhecida como o “Escândalo do Panamá”.
  5. 1882. As obras foram interrompidas devido a um terremoto que abalou o istmo, apesar de Gustave Eiffel, o famoso engenheiro francês, já ter proposto o sistema de eclusas como uma solução para o terreno acidentado.
  6. 1888. Foi interrompido o financiamento do projeto que acabou sendo abandonado.
  7. 1904. O governo dos Estados Unidos retomou o projeto que foi concluído dez anos depois.
  8. 1914. Finalmente, o Canal do Panamá foi inaugurado.

Ampliação do Canal do Panamá. Em 2006, o projeto de ampliação do Canal do Panamá foi anunciado oficialmente. Esse projeto contemplava a construção de eclusas mais largas e profundas para permitir a passagem de navios maiores. Os canais também foram ampliados e aprofundados. Com esse projeto de ampliação, que foi inaugurado em 2016, navios até três vezes maiores do que os que podiam passar anteriormente pelo Canal do Panamá agora podem passar pelo canal.

Administração do Canal do Panamá

Atualmente, o canal está sob administração panamenha.

Após a abertura do Canal do Panamá em 1914, os Estados Unidos assumiram o controle e a administração do canal e o mantiveram até 1977. Neste ano, os governos dos Estados Unidos e do Panamá assinaram os tratados Torrijos-Carter, assim denominados em virtude de, na época, o presidente dos Estados Unidos ser Jimmy Carter e o presidente do Panamá ser Omar Torrijos.

Esses tratados estabeleceram o processo de transferência da administração do canal para o Panamá, que assumiu o controle total da operação em 1999. Como parte desse processo, foi criada em 1997 a Autoridade do Canal do Panamá (ACP), entidade subordinada ao governo panamenho responsável pela operação, manutenção e modernização do canal.

Tráfego marítimo pelo Canal do Panamá

O Canal do Panamá permitiu a passagem de mais de 1 milhão de barcos.

Segundo os dados oficiais da Autoridade do Canal do Panamá, um total de 13 489 navios transitaram pelo canal em 2022, o que representa uma média de aproximadamente 37 navios por dia. Desde sua inauguração em 1914, mais de 1 milhão de navios passaram pelo canal.

A maioria dos navios que utilizam o Canal do Panamá é de bandeira americana, correspondendo a 68% do total. Em segundo lugar aparecem os navios da China, com 18%, e em terceiro e quarto lugares estão os navios de bandeira chilena e japonesa, que juntos somam 11% do total.

O que significa a denominação “Panamax” dos navios?

O Canal do Panamá foi tão importante para a navegação comercial do mundo que muitos navios foram construídos com as dimensões máximas adequadas para uma travessia tranquila pelo canal. Esses navios receberam o nome de “Panamax”.

Com o passar do tempo e o aumento do comércio internacional, os navios começaram a ser construídos cada vez maiores. Os navios que, em razão de suas dimensões, não podiam passar pelo canal eram chamados de “Post-Panamax”. Após a ampliação de 2016, a maioria desses navios “Post-Panamax” pôde começar a usar o Canal do Panamá.

Atualmente, os navios estão sendo construídos com as dimensões máximas que podem passar pelo canal ampliado. São denominados “neo-Panamax” e têm um comprimento máximo de 366 metros, uma largura máxima de 49 metros e um calado máximo de 15 metros. Os navios que ultrapassam essas dimensões não são aptos a transitar pelo Canal do Panamá.

Importância do Canal do Panamá

A abertura do Canal do Panamá teve um impacto significativo no comércio marítimo internacional, pois proporcionou uma rota muito mais curta e eficiente para os navios entre os oceanos Atlântico e Pacífico.

Com a abertura do canal, os navios puderam reduzir significativamente o tempo e os custos de remessa. Isso possibilitou maior eficiência no comércio marítimo internacional e um aumento no volume de carga a ser transportada. Além disso, o Canal do Panamá facilita o comércio entre a Ásia, a Europa e a Costa Leste dos Estados Unidos, tornando-o uma das principais rotas de navegação do mundo.

Para a economia panamenha, o canal é uma fonte de renda e emprego. Em 2020, gerou cerca de US$ 2,7 bilhões em receita para o país e empregou direta e indiretamente mais de 10 mil pessoas. Além disso, o canal é um fator essencial para o desenvolvimento econômico do país, pois atrai investimentos estrangeiros e turismo.

Referências

  • Autoridad del Canal de Panamá. PanCanal
  • Legiscomex (s.f). Buques. Legiscomex
  • Villa Caro, R (s.f). ¿Por qué existen esclusas en el canal de Panamá? Exponav
  • Zanella, L. (2017). Los países que más ocupan el canal de Panamá. T21

Como citar?

As citações ou referências aos nossos artigos podem ser usadas de forma livre para pesquisas. Para citarnos, sugerimos utilizar as normas da ABNT NBR 14724:

SPOSOB, Gustavo. Canal do Panamá. Enciclopedia Humanidades, 2023. Disponível em: https://humanidades.com/br/canal-do-panama/. Acesso em: 22 abril, 2024.

Sobre o autor

Autor: Gustavo Sposob

Professor de Geografia do ensino médio e superior (UBA).

Traduzido por: Márcia Killmann

Licenciatura em letras (UNISINOS), Doutorado em Letras (Universidad Nacional del Sur)

Data da última edição: 26 fevereiro, 2024
Data de publicação: 13 julho, 2023

Esta informação foi útil para você?

Não

    Genial! Obrigado por nos visitar :)