Islândia

Vamos explicar tudo sobre a Islândia e suas características físicas e culturais. Além disso, como é a sua economia, religião e história deste país.

Islandia
O nome da Islândia pode ser traduzido como “terra de gelo”.

Islândia

A Islândia é um Estado nacional cujo nome oficial é República da Islândia. É uma grande ilha situada no oceano Atlântico entre a Gronelândia e o norte da Europa. É o décimo sétimo maior país da Europa, mas um dos menos povoados com apenas 387 mil habitantes em 2023.

Devido à sua localização na dorsal mesoatlântica, as erupções vulcânicas e os terremotos são frequentes na Islândia.

A sua forma de governo é uma república parlamentar e a sua capital é a cidade de Reikiavik, que se caracteriza por ser uma das capitais nacionais menos povoadas do mundo.

Por que é chamada de “Islândia”? O nome da Islândia vem de um antigo vocábulo nórdico ísland que pode ser traduzido como “terra de gelo”. No entanto, o primeiro nome do território foi Snaeland (“terra de neve”), posto pelo navegador viking Naddoddr, das ilhas Faroé.

Outro nome dado posteriormente foi Garoarshólmur (“ilhotas de Gardar”), até que o navegante escandinavo Flóki Vilgerðarson alcançou seu litoral no IX. Este navegador foi quem batizou essas terras com o nome de Islândia.

DADOS CURIOSOS

  • Segundo o Fórum Econômico Mundial, a Islândia é o país com a menor diferença salarial entre homens e mulheres do mundo.
  • Não existe nenhum McDonald 's em toda a ilha, depois que a empresa fechou seu último local em 2009.
  • A Islândia é um dos poucos países que não tem um exército próprio. No entanto, é membro da OTAN desde 1949.

Características da Islândia

Algumas características deste país são:

  • Sua população é de 387 mil habitantes.
  • A sua superfície é de 103 125 quilômetros quadrados, o que representa uma densidade populacional de apenas 3,7 habitantes por quilômetro quadrado.
  • Sua capital é a cidade de Reykjavík.
  • O clima predominante é o frio polar da tundra.
  • O relevo predominante é o montanhoso. Apresenta uma grande quantidade de vulcões em atividade.
  • A língua oficial é o islandês.
  • A religião predominante é a cristã protestante.
  • A sua moeda é a coroa islandesa.
  • As principais atividades econômicas são a pesca, a indústria, a produção de energia e o turismo.
  • É um dos locais preferidos pelos turistas de todo o mundo para observar as auroras boreais.

Extensão territorial, população e capital da Islândia

Islandia
Reikiavik tem uma população de cerca de 133 mil habitantes.

A Islândia tem uma extensão de 103 125 quilômetros quadrados. Tem uma população de 387 mil habitantes, o que a torna um dos países menos populosos da Europa e do mundo. A sua densidade populacional é de 3,7 habitantes por quilômetro quadrado.

A Islândia está dividida em 8 regiões administrativas compostas por 72 municípios. A região mais populosa é a de Reikiavik, onde se localiza a sua capital. Esta região concentra mais de 64% da população total do país. As regiões Oriental, Meridional, Noroeste e dos Fiordes Ocidentais caracterizam-se por vazios demográficos: a sua população é tão escassa que a densidade populacional é inferior a um habitante por quilômetro quadrado.

A capital da Islândia é a cidade de Reykjavik. Tem uma população de aproximadamente 133 mil habitantes, o que representa 34,3% do total do país.

Clima, relevo e hidrografia da Islândia

islandia aurora boreal
No inverno há aproximadamente quatro horas de luz solar.

O clima predominante em toda a ilha do território da Islândia é o frio polar da tundra. Neste clima, nenhum mês do ano supera a temperatura média de 10°C.

A maior parte do solo está coberta de neve e gelo durante a maior parte do ano, e os glaciais ocupam mais de 10% da superfície do país. Uma das características mais peculiares da ilha é que no inverno recebe cerca de quatro horas diárias de luz solar e durante o verão (que dura dois meses) não se faz de noite praticamente em nenhum momento do dia.

Encontrando-se na dorsal mesoatlântica, os vulcões predominam no relevo da Islândia. As “Terras Altas” da Islândia constituem uma extensa área de vulcões e glaciais, onde se encontra o vulcão Hvannadalshnúkur, o pico mais elevado do país, com 2119 metros de altura. Ali também se encontra o glaciar Vatnajökull, o segundo maior da Europa, que, com mais de 8 mil quilômetros quadrados de extensão, ocupa 8% da superfície total do país.

A hidrografia da Islândia caracteriza-se pela presença de rios curtos, que permanecem congelados durante grande parte do ano. No verão eles degelam e aumentam sua vazão. O mais extenso é o rio Thjórsá, com 230 quilômetros de extensão. Também formam a hidrografia islandesa, lagos de origem glaciar e vulcânica. Embora nenhum seja muito extenso, estão espalhados por toda a ilha.

A flora e a fauna do país estão adaptadas às baixas temperaturas ao longo de quase todo o ano e o bioma de tundra se encontra em toda a ilha. Este bioma caracteriza-se pela ausência praticamente total de árvores: só cresce vegetação adaptada ao permafrost, ou seja, os solos que estão cobertos de gelo permanentemente. Os animais que se encontram na Islândia também estão adaptados a estas condições, destacando-se renas, raposas, animais marinhos como as baleias e centenas de espécies de aves.

Cultura da Islândia

O idioma oficial da Islândia é o islandês, uma língua germânica setentrional muito relacionada ao feroês e aos dialetos ocidentais do norueguês. Em matéria de religião, a liberdade de culto é total, embora o protestantismo seja a religião oficial e a professada pela maioria da população.

Quanto à música, a nação desempenha um papel importante na indústria musical nórdica, com bandas como The Sugarcubes, Sigur Ros e a intérprete Björk, entre outros. Na pintura destacam-se Einar Hákonarson e Guðmundur Guðmundsson, conhecido como Erró. No que diz respeito à literatura, Halldór Laxness é um dos escritores mais reconhecidos do país, ganhador do Prêmio Nobel de Literatura em 1955.

A gastronomia islandesa é outro aspecto fundamental da sua cultura, com predominância dos frutos do mar e da pesca. Alguns dos seus pratos típicos são o hákarl, à base de carne de tubarão e o plokkfiskur, elaborado com bacalhau.

Símbolos patrióticos da Islândia

Islandia
A Bandeira da Islândia foi criada após a independência do país em 1944.

Os símbolos patrióticos da Islândia são:

  • A Bandeira. Foi proclamada como bandeira oficial após a independência do país em 1944. É composta por uma cruz escandinava vermelha com bordas brancas sobre um fundo azul-escuro.
  • O Hino Nacional. É conhecido como Lofsöngur. A letra foi escrita por Matthías Jochumsson e a música por Sveinbjörn Sveinbjörnsson. É usado como hino oficial desde 1944.
  • O Brasão. Consiste de um brasão de armas com a forma e as cores da bandeira da Islândia apoiado sobre um bloco de lava. Este bloco é cercado por um touro, uma águia, um dragão e um gigante. Ele também foi usado a partir de 1944.

História da Islândia

O primeiro colono islandês conhecido foi Ingólfur Arnarson, que se instalou no território da atual Reikiavik no ano 874. Foi seguido por muitos colonos nórdicos e seus escravos irlandeses. A comunidade assim criada foi evangelizada por volta do ano 1000, juntou-se à coroa norueguesa em 1262. Depois passou para a Dinamarca-Noruega no final do século XIV, quando a União de Kalmar surgiu.

Nos séculos seguintes, a Islândia foi uma das nações mais pobres da Europa. No início do século XIX, as Guerras Napoleônicas dividiram a Dinamarca e a Noruega através do Tratado de Kiel, pelo que a Islândia ficou nas mãos dinamarquesas. As condições de vida, depois de erupções vulcânicas e epidemias locais, impulsionavam a emigração a seus cidadãos, que fugiram ao longo do século principalmente para o Canadá.

Posteriormente, surgiu o Movimento de Independência Islandês, guiado por Jón Sigurösson, graças ao qual a ilha obteve sua própria constituição em 1874 e um governo autônomo com limitações, que logo foi expandido em 1904.

Em 1918, a Islândia se anunciou ao mundo como uma nação soberana, sob o nome de Reino da Islândia, existindo em comunhão com a Dinamarca, a ponto de que as embaixadas dinamarquesas operavam com o brasão de ambas nações. Em 1943, os islandeses elegeram, em um referendo público, o fim da monarquia e o estabelecimento de uma república, cujo primeiro presidente foi Sveinn Björnsson.

Atividades econômicas da Islândia

Islandia
A moeda islandesa é a coroa islandesa (ISK).

A Islândia tem um dos PIB nominal per capita mais elevado e o terceiro maior índice de desenvolvimento humano (IDH) do mundo na atualidade.

As suas principais atividades econômicas são:

  • A pesca, à qual se dedica 7% da força de trabalho e contribui com 40% das receitas de exploração.
  • A produção de energia geotérmica e hidrelétrica, atividades que fazem da Islândia o principal produtor de energia elétrica per capita do mundo.
  • A indústria, entre as quais se destacam o processamento de alimentos e a produção de alumínio e ferro.
  • O turismo, que atrai milhares de pessoas a visitar os glaciais, os vulcões, as águas termais, as cascatas e as auroras boreais.

Os seus principais parceiros comerciais são os Países Baixos, a Espanha, a Noruega e o Reino Unido. A sua moeda é a coroa islandesa.

As auroras boreais

As auroras boreais constituem uma das principais atrações turísticas da Islândia. Ocorrem quando partículas carregadas do sol, principalmente elétrons e prótons, colidem com os gases da atmosfera terrestre e geram coloridas luzes no céu. A Islândia é um dos melhores lugares do mundo para presenciar as auroras boreais devido à sua localização geográfica e à sua pouca contaminação luminosa. O melhor momento para observar as auroras boreais é durante os meses de inverno, quando as noites são mais longas e escuras.

Continue com:

Referências

Como citar?

As citações ou referências aos nossos artigos podem ser usadas de forma livre para pesquisas. Para citarnos, sugerimos utilizar as normas da ABNT NBR 14724:

SPOSOB, Gustavo. Islândia. Enciclopedia Humanidades, 2023. Disponível em: https://humanidades.com/br/islandia/. Acesso em: 27 fevereiro, 2024.

Sobre o autor

Autor: Gustavo Sposob

Professor de Geografia do ensino médio e superior (UBA).

Traduzido por: Cristina Zambra

Licenciada em Letras: Português e Literaturas da Língua Portuguesa (UNIJUÍ)

Data da última edição: 26 fevereiro, 2024
Data de publicação: 4 dezembro, 2023

Esta informação foi útil para você?

Não

    Genial! Obrigado por nos visitar :)