Impacto ambiental

Vamos explicar o que é o impacto ambiental e quais são as suas causas e consequências. Além disso, suas características e classificação.

As atividades humanas geram impactos no meio ambiente.

O que é impacto ambiental?

O impacto ambiental é o efeito imediato, de médio ou longo prazo de várias atividades humanas sobre o meio ambiente. O impacto ambiental é um conceito fundamental para a conservação do meio natural e humano: por meio da Avaliação de Impacto Ambiental (AIA) de um determinado projeto, os especialistas podem alertar sobre seus riscos e sua conveniência ambiental.

Algumas atividades humanas, principalmente as industriais, exercem um alto impacto ambiental, causando alterações significativas nos ecossistemas e nos seres humanos.

A ideia de impacto ambiental começou a ganhar destaque em meados do século XX, como consequência da expansão da atividade industrial após a Segunda Guerra Mundial e da identificação de seus impactos ambientais a partir da década de 1970.

Alguns desses impactos ambientais mais significativos naquela época foram a perda de biodiversidade e a extinção de espécies, os altos níveis de poluição da água e do ar em algumas cidades e, principalmente, o impacto da poluição do ar desde a publicação dos primeiros estudos sobre mudanças climáticas.

O impacto ambiental pode ser entendido como negativo quando representa um prejuízo à vida humana e ao equilíbrio ecológico de uma região, e como positivo quando ajuda a restaurar esse equilíbrio ou reverter os danos causados ao meio ambiente.

Ambiente e natureza. Ainda que em geral o conceito de “ambiente” esteja diretamente associado à “natureza”, é importante ter em mente que este termo também inclui as sociedades humanas. Por isso, os estudos de impacto ambiental não analisam apenas os danos que podem ser ocasionados aos ecossistemas, mas também as alterações que podem ser geradas na qualidade de vida das pessoas.

Causas do impacto ambiental

Os resíduos radioativos são muito prejudiciais aos ecossistemas.

As ações humanas que causam o maior impacto ambiental são:

  • Indústria e produção de energia. A produção industrial em larga escala, especialmente em setores como as indústrias química, petrolífera e de manufatura, gera poluentes atmosféricos, resíduos tóxicos e consumo intensivo de recursos naturais.
  • Agricultura e pecuária intensivas. A agricultura e a pecuária intensivas podem levar à degradação do solo, à perda de biodiversidade e à poluição da água e do solo por meio do uso excessivo de fertilizantes e agroquímicos. Além disso, a criação de gado emite gases poluentes, como o metano, e produz uma grande quantidade de resíduos.
  • Desmatamento. O desmatamento de florestas nativas para liberar terras para a agricultura ou o desenvolvimento urbano é uma das principais causas da perda de biodiversidade. O desmatamento também afeta a absorção de água do solo e pode agravar a erosão e as inundações.
  • Obras de infraestrutura. A construção de estradas, prédios, pontes e outras infraestruturas pode implicar a alteração de ecossistemas naturais, a fragmentação de habitats, o consumo de grandes quantidades de materiais e energia e a geração de lixo e resíduos.
  • Transporte. Os veículos movidos a combustíveis fósseis, como os carros, os caminhões, os navios e os aviões, emitem grandes quantidades de gases de efeito estufa e outros poluentes atmosféricos.
  • Mineração. A extração de minerais e metais pode causar impactos significativos no ambiente, como, por exemplo, a degradação dos solos, a contaminação da água e a perda de biodiversidade. Além disso, a mineração em larga escala pode gerar uma enorme quantidade de resíduos e consumir grandes volumes de água. Isso afeta tanto os ecossistemas quanto a qualidade de vida das pessoas que vivem perto dos empreendimentos de mineração.

Tipos de impacto ambiental

Os impactos ambientais irreversíveis produzem danos que não podem ser restaurados.

Dependendo da sua natureza e duração, os impactos ambientais podem ser classificados da seguinte maneira:

  • Impactos diretos ou indiretos. Os impactos diretos são aqueles que provocam mudanças imediatas e perceptíveis de curto prazo no ambiente, ao passo que os impactos gerados posteriormente são chamados de indiretos.
  • Impactos temporários ou permanentes. São aqueles que aparecem enquanto uma determinada atividade está sendo realizada, mas desaparecem quando a atividade cessa. Os permanentes são aqueles que continuam presentes mesmo após o término da atividade que os gerou.
  • Impactos reversíveis ou irreversíveis. São aqueles que podem ser reparados, seja pela própria natureza ou por ações humanas, para restaurar o dano causado. Os impactos irreversíveis não podem ser reparados pela natureza ou pelo homem.
  • Impactos cumulativos ou sinérgicos. Os impactos cumulativos são aqueles que se agravam com o tempo, enquanto os impactos sinérgicos são aqueles em que se relacionam diferentes impactos e produzem danos maiores como resultado dessa combinação.
  • Impactos atuais ou potenciais. Os impactos atuais são aqueles que ocorrem durante a atividade que os gera, enquanto que os impactos potenciais são aqueles que poderiam ocorrer no futuro se não fossem tomadas medidas preventivas adequadas.
  • Impactos locais ou regionais. Os impactos locais são aqueles que ocorrem em um determinado local, já os impactos regionais podem afetar ecossistemas e ambientes distantes do local em que ocorreu o impacto.
  • Impactos acidentais ou previstos. Às vezes, os impactos ambientais são previstos com antecedência, como no caso da construção de uma barragem, em que se sabe que uma determinada área será inundada e são tomadas medidas para minimizar o impacto. Outras vezes, os impactos ocorrem acidentalmente e são mais difíceis de prever e evitar.

Consequências do impacto ambiental

As consequências mais significativas do impacto ambiental das atividades humanas são:

  • A perda da biodiversidade. A extinção de espécies animais e o desmatamento de florestas nativas estão entre as principais consequências do impacto ambiental das atividades humanas. A degradação dos ecossistemas tem efeitos nocivos não apenas sobre o ambiente natural, mas também à qualidade de vida das pessoas.
  • A degradação do solo. O uso intensivo da terra para a criação de gado e a agricultura degrada os solos, reduzindo sua fertilidade e produtividade. Isso tem um impacto na deterioração da qualidade do solo e na diminuição da produção de alimentos.
  • A poluição. A emissão de gases poluentes na atmosfera e de substâncias tóxicas no solo e na água provocam um grande impacto ambiental. A poluição do ar é considerada a principal causa da mudança climática, e a poluição da água e do solo reduz a qualidade de vida de milhões de pessoas que precisam desses recursos para viver.
  • Os impactos na saúde humana. A poluição do ar, do solo e da água exerce efeitos negativos sobre a saúde humana. As pessoas ficam doentes em decorrência da exposição à poluição do ar, da ingestão de água imprópria ou da ingestão de produtos contaminados com produtos químicos ou substâncias tóxicas para a saúde.

Avaliação de Impacto Ambiental (AIA)

impacto ambiental
Graças às pesquisas, é possível desenvolver novas medidas de proteção.

A Avaliação de Impacto Ambiental (AIA) é o estudo técnico que deve ser feito por qualquer empresa que queira propor a realização de uma atividade em um determinado local. É um estudo que deve conter a previsão, a identificação, a avaliação e a gestão dos impactos ambientais e sociais que o projeto pode gerar. Seu principal objetivo é prevenir ou corrigir as consequências ou os efeitos adversos do projeto e potencializar os efeitos benéficos do projeto.

Após a apresentação da Avaliação de Impacto Ambiental, as autoridades locais devem aprová-la para autorizar a atividade. Se considerarem que os riscos são elevados ou que as ações para corrigir ou evitar danos não estão corretas, as autoridades podem rejeitar a avaliação e não autorizar o projeto.

As autoridades ambientais também são responsáveis por sancionar e multar as atividades que não estejam em conformidade com o que foi proposto na Avaliação de Impacto Ambiental ou que tenham gerado danos que não foram devidamente reparados ou revertidos.

Exemplos de impacto ambiental

Impacto ambiental
A construção da rodovia Transamazônica envolveu o desmatamento de uma extensa área da floresta.

Algumas das construções que causaram o maior impacto ambiental foram:

  • A barragem das Três Gargantas (China). É uma das maiores barragens do mundo. Sua construção no rio Yangtzé teve um impacto muito significativo na diversidade da bacia e causou o deslocamento de mais de 1200 mil pessoas como resultado da inundação de extensas áreas agrícolas e urbanas.
  • A rodovia Transamazônica (Brasil). Com quase 5 mil quilômetros de extensão, sua construção levou ao desmatamento de vastas áreas da floresta Amazônica.
  • O aeroporto de Kansai (Japão). Esse aeroporto foi construído em uma ilha artificial na baía de Osaka. A construção da ilha causou impacto nos ecossistemas marinhos da área, afetou as populações de aves migratórias e resultou na perda de habitats costeiros.

Referências

  • Fernández, A. (s.f). Impacto ambiental. TodaMateria
  • Reinoso, L. (2013). Criterios para la elaboración de estudios de impacto ambiental. Secretaría de Ambiente y Desarrollo Sustentable de la Nación. 
  • Ropero Portillo, S. (2020). Tipos de impactos ambientales. EcologiaVerde

Como citar?

As citações ou referências aos nossos artigos podem ser usadas de forma livre para pesquisas. Para citarnos, sugerimos utilizar as normas da ABNT NBR 14724:

SPOSOB, Gustavo. Impacto ambiental. Enciclopedia Humanidades, 2023. Disponível em: https://humanidades.com/br/impacto-ambiental/. Acesso em: 21 setembro, 2023.

Sobre o autor

Autor: Gustavo Sposob

Professor de Geografia do ensino médio e superior (UBA).

Traduzido por: Márcia Killmann

Licenciatura em letras (UNISINOS), Doutorado em Letras (Universidad Nacional del Sur)

Data de publicação: 6 setembro, 2023
Última edição: 6 setembro, 2023

Esta informação foi útil para você?

Não

    Genial! Obrigado por nos visitar :)