Sustentabilidade

Vamos explicar o que é a sustentabilidade e a diferença de significado que existe deste conceito. Além disso, o que são as empresas de triplo impacto e muito mais.

A sustentabilidade é o uso responsável dos recursos naturais no tempo presente.

O que é sustentabilidade?

A sustentabilidade ambiental se refere ao uso dos recursos naturais que se encontram no presente de maneira que não comprometam sua disponibilidade para as gerações futuras.

Os princípios que regem a sustentabilidade ambiental são:

  • Não utilizar os recursos renováveis a um ritmo mais acelerado que o da sua renovação natural.
  • Não utilizar os recursos não renováveis até o seu esgotamento e, se possível, substituir a sua utilização por recursos renováveis.
  • Não produzir substâncias poluentes a um ritmo mais acelerado do que a sua neutralização, reciclagem ou desintegração natural.
  • Realizar práticas produtivas que respeitem o ambiente natural, social e cultural da comunidade e dos trabalhadores envolvidos.

Assim, um processo de produção é considerado sustentável se o seu funcionamento respeita os recursos disponíveis, e se manuseia as substâncias que utiliza e os resíduos de uma forma que gere o menor impacto possível no ambiente. Além disso, implica frequentemente um desenvolvimento social que contribui para melhorar a qualidade de vida das pessoas.

Características da sustentabilidade

As principais características são:

  • O uso e aproveitamento dos recursos naturais para evitar seu esgotamento.
  • O controle da emissão de substâncias e resíduos poluentes.
  • A melhoria contínua para o ótimo aproveitamento dos recursos e o cuidado do ambiente.
  • A promoção de ações que contribuam para melhorar a qualidade de vida das pessoas no presente e para as futuras gerações.

Diferença de significado da palavra “sustentabilidade”

O uso sustentável dos recursos naturais permite preservá-los para futuras gerações.

O termo sustentável tem diferentes significados:

  • Significa desenvolvimento sustentável. É fazer uso dos recursos naturais atuais sem prejudicar as gerações futuras. Os processos sustentáveis buscam observar e estudar os ciclos naturais para gerar o menor impacto ambiental possível com suas produções. Assim, preservam, protegem e conservam os recursos naturais de agora e do futuro.
  • Significa também a sustentabilidade de um processo que implica o desenvolvimento social. Porque contribui para melhorar a qualidade de vida, a saúde, a educação e a cultura de todas as pessoas da comunidade.

O conceito de “sustentabilidade” se centra no ecológico, e também tem uma abordagem que prioriza o social.

Responsabilidade social das empresas

A responsabilidade social empresarial (RSE) surgiu no final da década de 1980 e refere-se à forma como as empresas funcionam com base no bem-estar das pessoas e no cuidado do ambiente.

A RSE implica que a organização da empresa focalize seu trabalho e atinja seus objetivos através de boas práticas empresariais, ou seja, que ofereça bem-estar a seus empregados, que otimize o consumo de recursos e que evite a contaminação do ambiente. Para incentivar as empresas a assumirem esta responsabilidade, os Estados oferecem-lhes frequentemente benefícios fiscais.

Algumas das ações que as empresas costumam realizar no âmbito da RSE, incluem a implementação de programas de sustentabilidade ambiental, a promoção de práticas laborais justas e seguras, o investimento na comunidade e a adoção de práticas produtivas éticas e respeitadoras do ambiente e das pessoas.

A RSE é também geralmente benéfica para as próprias empresas, uma vez que pode melhorar a sua reputação, atrair e reter clientes e ainda favorecer a relação com a sua comunidade, através de práticas mais sustentáveis em termos ecológicos e sociais.

Empresas B ou de triplo impacto

Trabajador de industria sustentable
O triplo impacto estabelece um novo paradigma a respeito do sucesso corporativo.

O conceito de “empresas B” ou “de triplo impacto” designa um novo modelo no qual se redefine o conceito de sucesso para os negócios: as empresas não só buscam ser as que mais dinheiro arrecadam, mas, além disso, procuram ser sustentáveis social e ambientalmente.

O triplo impacto significa que as empresas sejam bem-sucedidas a partir do cumprimento de três objetivos unificados:

  • Econômicos. Trata-se de ganhar dinheiro, como um objetivo fundamental de qualquer empresa, mas não à custa do sacrifício e esgotamento dos seres humanos e dos recursos naturais.
  • Sociais. Trata-se de avaliar o impacto social gerado pela empresa e que implica múltiplos fatores, entre eles, que o produto ou serviço em si proporcione um benefício público, que a contratação de pessoas não seja discriminatória em nenhum sentido e que as políticas salariais sejam justas.
  • Ambientais. Trata-se da consciência e da responsabilidade empresarial quanto ao impacto da produção no ambiente. A atuação da empresa deve contemplar a preservação dos recursos e do ecossistema, tanto quanto a intenção de gerar lucros. Além disso, deve publicar relatórios de desempenho e de impacto ambiental periodicamente.

Deste modo, as empresas devem não só procurar obter o máximo benefício econômico individual, mas também dar resposta aos problemas sociais e ambientais da comunidade. Assim, o novo paradigma de corporações sustentáveis entende que o sistema produtivo deve ser equilibrado e responsável com suas ações, e que a sociedade também deve ser consciente e responsável por seus consumos particulares.

O conceito de empresas B surgiu em 2007 nos Estados Unidos, por iniciativa de Jay Coen, Bart Houlahan e Andrew Kassoy, que criaram a organização sem fins lucrativos “Sistema B” e impulsionaram mudanças legislativas que tornaram possível formalizar o novo paradigma empresarial. Além disso, estabeleceram um sistema de certificação de sustentabilidade sob normas ISO para as empresas, através de uma ferramenta on-line gratuita.

Continue com:

Referências

  • Bachmann, L. (2011). Recursos naturales y servicios ambientales. Reflexiones sobre tipos de manejo. En R. Gurevich (Comp.), ​Ambiente y educación. Una apuesta al futuro (pp. 75-122). Paidós.
  • Comisión Económica para América Latina. (s.f.). Acerca de Desarrollo Sostenible. https://www.cepal.org/
  • Reyna, A. (2021). ¿Cuál es la diferencia entre sustentabilidad y sostenibilidad?. BBVA. https://www.bbva.com/
  • Responsabilidad Social Empresarial y Sustentabilidad. (2022). Empresas de triple impacto: qué son, pilares y ejemplos. https://responsabilidadsocial.net/

Como citar?

As citações ou referências aos nossos artigos podem ser usadas de forma livre para pesquisas. Para citarnos, sugerimos utilizar as normas da ABNT NBR 14724:

SPOSOB, Gustavo. Sustentabilidade. Enciclopédia Humanidades, 2024. Disponível em: https://humanidades.com/br/sustentabilidade/. Acesso em: 8 junho, 2024.

Sobre o autor

Autor: Gustavo Sposob

Professor de Geografia do ensino médio e superior (UBA).

Traduzido por: Cristina Zambra

Licenciada em Letras: Português e Literaturas da Língua Portuguesa (UNIJUÍ)

Data da última edição: 6 maio, 2024
Data de publicação: 20 janeiro, 2024

Esta informação foi útil para você?

Não

    Genial! Obrigado por nos visitar :)