Indústria leve e pesada

Vamos explicar o que é a indústria leve e pesada, quais são suas diferenças e exemplos. Além disso, o seu impacto no meio ambiente.

Industria pesada
A indústria leve e pesada se diferenciam pelos tipos de produtos que elaboram.

O que é a indústria leve e pesada?

A indústria é uma atividade muito vasta que vai desde a transformação dos recursos naturais (matérias-primas) em produtos semiacabados até a produção dos produtos semiacabados para transformá-los em bens de consumo final.

A indústria divide-se em dois tipos, de acordo com o processo de produção e o tipo de produto que produzem:

  • A indústria pesada. É a indústria base porque dá início ao processo produtivo e corresponde ao setor primário da economia de uma nação. Dedica-se à exploração ou recolhimento de matérias-primas e a sua fabricação ou transformação em produtos semiacabados que depois são utilizados como bens de capital destinados à indústria leve. Alguns bens de capital são: as fibras artificiais, os fertilizantes ou substâncias químicas, o gás produto do petróleo, as vigas de aço, o cimento.
  • A indústria leve. Dedica-se à manufatura ou à transformação da matéria-prima e os produtos semiacabados em bens de consumo final. Alguns produtos de consumo final são: os alimentos, a roupa, os produtos de higiene, livros, calçados.

Diferenças entre a indústria leve e a pesada

Indústria leveIndústria pesada
Corresponde ao setor secundário da economia de um país. Corresponde ao setor primário da economia de um país.
Elabora produtos a partir de matérias-primas semiacabadas.       Extrai e processa os recursos da natureza para serem utilizados pelos outros setores da economia.
Produz bens de consumo final.Elabora produtos que servem para manufaturar outros bens.
Geralmente produz bens de consumo final que incluem um valor elevado por unidade de peso.Produz bens semiacabados que são vendidos em grandes quantidades: o seu valor por unidade de peso é menor, mas são vendidos em grandes quantidades a um alto valor.
O sistema de produção requer menor consumo de recursos (como energia elétrica e água).O sistema de produção requer um grande consumo de recursos.
O nível de resíduos e o seu impacto no ambiente é geralmente baixo.O nível de resíduos e o seu impacto no ambiente é geralmente alto.
É frequente estabelecer-se perto dos centros urbanos.Costuma se estabelecer longe das cidades para estar perto da fonte de recursos naturais e da grande poluição que geram.
Frequentemente suporta certas medidas drásticas, como a falta de fatores de produção importados em situações de crise econômica.Não pode substituir as importações por insumos locais.

Exemplos de indústria leve e pesada

Entre os principais exemplos de indústrias leves, destacam-se as seguintes:

  • Fábrica têxtil
  • Gráfica e edição
  • Empresa elaboradora de biscoitos e torradas
  • Fábrica de papel
  • Fábrica de brinquedos
  • Fábrica de móveis de madeira
  • Empresa de insumos de tecnologia
  • Fábrica de sapatos
  • Fábrica de produtos de limpeza
  • Fábrica de eletrodomésticos

Entre os principais exemplos de indústrias pesadas, destacam-se as seguintes:

  • Indústria metalúrgica
  • Indústria automobilística
  • Indústria agrícola
  • Indústria química
  • Indústria de mineração
  • Indústria alimentar
  • Indústria petrolífera
  • Indústria de tecnologia avançada
  • Indústria de telecomunicações
  • Indústria da construção civil

Impacto das indústrias no meio ambiente

Industria pesada y ligera
A mineração faz parte da indústria pesada e geralmente contribui para a poluição ambiental.

As indústrias, tanto a leve como a pesada, existem para satisfazer necessidades e para proporcionar fontes de emprego. No entanto, é frequente que, durante e após o processo de produção, as indústrias produzam algum tipo de impacto negativo no ambiente.

O impacto negativo da atividade industrial no meio ambiental deve-se a três questões gerais:

  • A exploração excessiva dos recursos naturais. O sistema de produção em grande escala requer um alto nível de consumo de recursos naturais para sustentar um sistema de consumo cada vez mais amplo e acelerado. Inclusive, a superprodução de bens que não conseguem ser vendidos é jogada no lixo. O sistema produtivo transformou-se numa máquina tão vasta que é mais barato jogar fora as mercadorias do que reciclá-las ou produzi-las em menor quantidade. O que, no final das contas, resulta “mais econômico” para a indústria, acaba sendo caro para toda a humanidade e para o planeta. O lixo resultante dos resíduos industriais criou um sério problema mundial: contamina os oceanos, terras e o ar. Os Estados devem regular a produção para preservar os recursos e a biodiversidade.
  • A exploração da mão de obra. Com o objetivo de maximizar a produção ao menor custo, o sistema de produção em grande escala implica, muitas vezes, a exploração da mão de obra. O que significa um lucro para a indústria é pago caro por aqueles que são explorados no trabalho. Os Estados devem defender as leis e fazê-las cumprir para que os direitos dos trabalhadores sejam colocados em prática.
  • A poluição. Devido à rapidez e prontidão com que se tenta cobrir a multiplicidade de necessidades, o sistema produtivo não é suficiente para processar os resíduos que gera e os bens que não são aproveitados uma vez lançados no mercado. O outro problema é que o planeta tampouco consegue processar tantas substâncias poluentes geradas simultaneamente.

É importante compreender que as indústrias por si só não representam atividades negativas. Muitas delas desenvolvem a sua atividade de forma sustentável.

Existem atividades industriais que podem melhorar seus processos e insumos para conseguirem ser sustentáveis. Reduzir ao máximo o seu impacto negativo no ambiente, contribuir para a saúde e o bem-estar dos seres humanos e preservar os recursos naturais e a biodiversidade são apenas algumas iniciativas para gerar uma mudança no sistema produtivo atual.

Importância das indústrias sustentáveis

O conceito de sustentabilidade refere-se a uma atividade comercial que pode ser realizada ao longo do tempo, porque mantém o equilíbrio entre:

  • Gerar riqueza. A atividade comercial sustentável existe para gerar lucro e contribuir para um mundo melhor.
  • Usar os recursos de forma responsável. A atividade comercial sustentável faz um uso adequado dos recursos e não pratica a sua sobre-exploração.
  • Controlar o impacto no meio ambiente. A atividade comercial sustentável trata as emissões e resíduos poluentes para que não cheguem a prejudicar o meio ambiente.
  • Respeitar os direitos humanos. A atividade comercial sustentável promove e contribui para melhorar a qualidade de vida das pessoas.

Propostas para as indústrias no futuro

Hoje em dia, nações e organismos de todo o mundo apresentaram diversas propostas e estratégias políticas para implementar urgentemente nos processos produtivos das indústrias com o objetivo de deter o dano causado ao planeta.

Entre os temas mais urgentes destacam-se as emissões de gases, a obtenção de recursos, o aproveitamento dos resíduos e a modernização das indústrias para que os processos sejam inócuos para o ambiente e promovam uma economia circular.

  • Por exemplo: Em 2020, a União Europeia (UE) estabeleceu um novo plano de ação circular para cumprir até 2030. Consiste em modernizar a economia da UE, estabelecer políticas de produção sustentável e dar prioridade à redução e reutilização de materiais. Devem ser estabelecidos requisitos mínimos para a produção e prevenção de impactos negativos no meio ambiente. Além disso, os produtos do mercado que utilizam estratégias de marketing com conceitos falsos e confusos para parecerem sustentáveis serão penalizados.

Referências

  • Pastrana, A. (2020). Tipos de industria (video), de: YouTube
  • Naciones Unidas (2016). Objetivos de desarrollo sostenible: 9 industria, innovación e infraestructuras: ¿por qué es importante? de: UN
  • European Commission (2019), Sustainable industry: the European green deal, de: Commission

Como citar?

As citações ou referências aos nossos artigos podem ser usadas de forma livre para pesquisas. Para citarnos, sugerimos utilizar as normas da ABNT NBR 14724:

DE AZKUE, Inés. Indústria leve e pesada. Enciclopédia Humanidades, 2023. Disponível em: https://humanidades.com/br/industria-leve-e-pesada/. Acesso em: 7 junho, 2024.

Sobre o autor

Autor: Inés de Azkue

Licenciada em Publicidade (Universidad de Morón)

Traduzido por: Cristina Zambra

Licenciada em Letras: Português e Literaturas da Língua Portuguesa (UNIJUÍ)

Data da última edição: 6 maio, 2024
Data de publicação: 16 julho, 2023

Esta informação foi útil para você?

Não

    Genial! Obrigado por nos visitar :)