Era do Gelo

Vamos explicar o que são as Eras do Gelo e como se originam. Além disso, as suas características, os seus efeitos e as ciências que as estudam.

era de hielo mamut lanudo
Durante as Eras do Gelo, a vida teve de se adaptar a um clima muito frio.

O que é a Era do Gelo?

A Era do Gelo, Idade do Gelo, Glaciação, Era Glacial ou Período Glacial é um período geológico de resfriamento intenso do clima terrestre. A redução da temperatura do planeta provoca o congelamento da água e a expansão das massas de gelo.

Ao longo da história geológica da Terra, ocorreram diferentes Eras do Gelo de duração variável, mas, foram sempre períodos de tempo longos. Durante estas glaciações, a vida teve de se adaptar a uma queda de temperatura muito significativa em todo o planeta. Por este motivo, durante as diferentes Eras do Gelo, registaram-se grandes extinções de espécies que não conseguiram se adaptar a estas mudanças.

A Terra tem registrado, de forma cíclica, numerosas Eras do Gelo, a última das quais teve início há 110 mil anos. Os períodos de tempo entre as Eras do Gelo são chamados interglaciais e se caracterizam pelo aumento das temperaturas e pelo degelo dos glaciares e das calotas polares. Estima-se que a civilização humana se desenvolveu e estaria vivendo em um período interglacial que começou há aproximadamente 10 mil anos.

Os períodos interglaciais são caracterizados por temperaturas mais estáveis e mais quentes, com reduções significativas nos níveis de gelo polar e continental. Isso acarreta o aumento dos níveis da hidrosfera (oceanos, mares, rios, lagos) e do vapor de água na atmosfera.

Características das Eras do Gelo

As principais características das Eras do Gelo são as seguintes:

  • Foram longos períodos de grande resfriamento do planeta.
  • Foram identificadas cinco Eras do Gelo ao longo da história geológica da Terra.
  • A vida teve de se adaptar a um clima muito frio e seco.
  • Houve grandes extinções de espécies que não conseguiram se adaptar ao resfriamento do planeta.
  • Podem ter sido causadas por mudanças na atmosfera, na órbita da Terra ou por uma obstrução na chegada da energia solar.

Causas das Eras do Gelo

As causas das glaciações podem ser diversas e estão sujeitas a debates. Algumas das teorias mais aceitas são:

  • Mudanças na composição da atmosfera. As variações na composição da atmosfera, em especial na concentração de gases de efeito estufa, podem influenciar o clima. Por esse motivo, acredita-se que as Eras do Gelo podem ter sido causadas por uma redução dos gases de efeito estufa na atmosfera, o que teria diminuído significativamente a temperatura do planeta.
  • Obstrução da energia solar. A intensa atividade vulcânica poderia ter liberado grandes quantidades de cinzas na atmosfera e bloqueado a chegada da luz solar à Terra. Isso teria provocado uma redução na temperatura como consequência da diminuição da luz e do calor solar.
  • Mudanças na órbita da Terra. As variações na órbita terrestre ao redor do Sol, como mudanças na distância ou na inclinação, podem ter influenciado a quantidade e a distribuição da radiação solar que chega ao planeta, o que pode ter levado ao resfriamento global.
  • Movimento das placas tectônicas. As mudanças na configuração dos continentes devido ao movimento das placas tectônicas podem ter influenciado o clima. A formação de grandes cadeias montanhosas e a distribuição dos oceanos afetaram a circulação atmosférica e oceânica, o que, por sua vez, teria provocado um impacto no clima global.

Consequências das Eras do Gelo

Era de Hielo
As Eras do Gelo geraram um tipo específico de erosão de rochas.

As diferentes glaciações exerceram efeitos de natureza variada. As principais consequências das Eras de Gelo podem ser classificadas da seguinte forma:

  • Geológicas. As glaciações geraram um tipo específico de erosão nas estruturas geológicas, seja por resfriamento, pela pressão das massas de gelo ou por abrasão, o que deixou evidências muito específicas nas rochas desses períodos.
  • Paleontológicas. O resfriamento do planeta durante as Eras do Gelo produziu extinções em massa de plantas e animais que não conseguiram se adaptar às novas condições climáticas.
  • Marinhas. Durante as Eras do Gelo, grandes quantidades de água foram armazenadas como gelo nos glaciares, o que reduziu o nível do mar.

História das Eras do Gelo

Era de Hielo
A Glaciação Quaternária ocorreu no Período Neogeno da Era Cenozoica.

Ainda que somente cerca de 10% da superfície terrestre esteja coberta por gelo atualmente, sabe-se que nem sempre foi assim. Foram identificadas cinco Eras do Gelo extensas ao longo da história geológica do planeta:

  • Glaciação Huroniana. Começou há 2,4 bilhões de anos e terminou há 2,1 bilhões de anos, na Era Paleoproterozoica.
  • Glaciação Sturtian-Varangian. Começou há 850 milhões de anos e terminou há 635 milhões de anos, na Era Neoproterozoica.
  • Glaciação Andino-Saariana. Começou há 450 milhões de anos e terminou há 420 milhões de anos, na Era Paleozoica.
  • Glaciação Karoo. Começou há 360 milhões de anos, na Era Paleozoica, e terminou há 100 milhões de anos, na Era Mesozoica.
  • Glaciação Quaternária. Começou há 2,58 milhões de anos, na Era Cenozoica, e terminou há aproximadamente 12 mil anos.

Os animais nas Eras do Gelo

era de hielo rinoceronte lanudo
O rinoceronte-lanudo conseguia cavar para se alimentar na neve.

Os animais que conseguiram suportar a queda das temperaturas do planeta desenvolveram adaptações biológicas que lhes permitiram sobreviver: pelagem espessa e camadas de gordura para isolar o interior de seus corpos do frio, metabolismos adaptados às temperaturas reduzidas e à seca e dietas altamente calóricas.

Algumas das espécies animais com essas características eram:

  • O mamute-lanoso. Seu corpo era coberto por camadas de lã de até 1 metro de comprimento e tinha dentes adaptados para triturar a casca dura da vegetação congelada.
  • O tigre dente-de-sabre. Era um predador poderoso, com presas de 18 centímetros de comprimento e uma mordida que lhes permitia abrir suas mandíbulas a 120 graus, garantindo uma caça eficaz nas planícies congeladas.
  • O rinoceronte-lanudo. Um ancestral do rinoceronte atual, podia pesar até 4 toneladas com seu corpo maciço e coberto de lã. Seus chifres e crânio eram mais fortes e volumosos, permitindo que cavassem na neve em busca de alimento.

Terra “Bola de Neve”

A glaciação global, superglaciação ou Terra “Bola de Neve” é uma hipótese sobre o que aconteceu no período criogênico da Era Neoproterozoica, durante o qual teria ocorrido uma ou mais glaciações em escala mundial, cobrindo todo o planeta com gelo e neve e baixando sua temperatura média para -50 °C.

Estima-se que esse fenômeno — parte da Glaciação Sturtian-Varangian — tenha durado cerca de 10 milhões de anos e, durante essa Era do Gelo, praticamente toda a vida no planeta teria sido extinta. Entretanto, sua veracidade, duração e magnitude são motivo de debate na comunidade científica até os dias de hoje.

A Würm

era de hielo homo sapiens
Durante a Würm, o Homo sapiens surgiu e se espalhou pelo mundo.

A Glaciação Würm, também conhecida como Glaciação Wisconsin, é a última das Eras do Gelo registradas. Começou há 110 mil anos e terminou há 12 mil anos, com o início do aumento das temperaturas no Período Holoceno.

Durante a Würm, grandes áreas de terra foram ocupadas por geleiras e as calotas polares aumentaram em extensão. Isso reduziu o nível do mar e contribuiu para uma queda nas temperaturas do planeta, mesmo em áreas tropicais e equatoriais. Além disso, durante esse período, o Homo sapiens surgiu na África e se dispersou pelo mundo.

Glaciologia

Era de Hielo
A glaciologia estuda as marcas das Eras do Gelo passadas.

A glaciologia é o ramo da geografia física que estuda os fenômenos atuais e passados relacionados ao trânsito da água para o estado sólido: gelo, neve, granizo ou geleiras. É a ciência que analisa, ao lado da geologia, as marcas de Eras do Gelo passadas na superfície da Terra. Isto permite reconstruir como eram as condições ambientais e climáticas durante as Eras do Gelo.

Referências

  • ABC Ciencia. (2020). Así se convirtió la Tierra en una gigantesca “bola de nieve”. https://www.abc.es/ciencia/
  • Earle, S. (s.f.). Períodos glaciales en la historia de la Tierra. LibreTexts. https://espanol.libretexts.org/
  • Fundación Palarq. (2022). La glaciación que cambió el mundo: la Glaciación Würm. https://fundacionpalarq.com/
  • Tarbuck, E. y Lutgens, F. (2005). Ciencias de la Tierra. Una introducción a la geología física. Pearson Educación. 

Como citar?

As citações ou referências aos nossos artigos podem ser usadas de forma livre para pesquisas. Para citarnos, sugerimos utilizar as normas da ABNT NBR 14724:

SPOSOB, Gustavo. Era do Gelo. Enciclopedia Humanidades, 2024. Disponível em: https://humanidades.com/br/era-do-gelo/. Acesso em: 19 abril, 2024.

Sobre o autor

Autor: Gustavo Sposob

Professor de Geografia do ensino médio e superior (UBA).

Traduzido por: Márcia Killmann

Licenciatura em letras (UNISINOS), Doutorado em Letras (Universidad Nacional del Sur)

Data da última edição: 30 março, 2024
Data de publicação: 30 março, 2024

Esta informação foi útil para você?

Não

    Genial! Obrigado por nos visitar :)