Homem de Neandertal

Vamos explicar o que foi o homem de Neandertal, como era a sua anatomia e alimentação. Além disso, quais são as suas características e habitat.

Hombre de Neandertal
O Homo neandertal foi uma espécie do gênero humano que viveu há 200.000 anos.

O que foi o homem de Neandertal?

O homem de Neandertal ou o Homo neandertal, foi uma espécie do gênero Homo que se extinguiu há 30.000 anos. Conviveu com o Homo sapiens durante parte importante de sua existência e viveu há 230 mil anos na Europa, no Oriente Próximo, no Oriente Médio e na Ásia Central.

Seu nome provém do vale em que foi encontrado o primeiro fóssil da espécie, no vale de Neander, Alemanha. Uma vez que o termo alemão antigo para vale é Thal, o achado foi conhecido como o “homem de Neandertal”.

Nossa espécie e os neandertais tiveram uma origem comum e ao longo de sua convivência mostraram sinais de hibridação, ou seja, de mistura interespécies. Existem diferentes debates sobre a relação entre o Homo neandertal e o Homo sapiens sapiens (o ser humano atual). Alguns especialistas consideram que o Homo neandertal era uma subespécie do Homo sapiens e outros, uma espécie diferente.

A evolução do homem e a história de suas fases evolutivas é um tema em constante pesquisa, que se estuda desde diferentes disciplinas. Em muitas ocasiões, os especialistas debatem sobre como interpretar os achados de restos fósseis e materiais, como são as relações entre as diferentes espécies e subespécies e como se deu a evolução entre elas. Por isso, existem diferentes categorizações ou definições que, por sua vez, vão mudando no tempo a partir dos novos achados e pesquisas.

O homem de Neandertal na linha de tempo evolutiva

Hombre de Neandertal
Os especialistas debatem a relação entre o Homo neandertal e o Homo sapiens.

O Homo neandertal habitou a Europa entre 230.000 e 30.000 anos atrás. Acredita-se que é descendente do Homo heidelbergensis (uma subespécie do Homo erectus).

Existem diferentes olhares sobre o lugar do Homo neandertal na linha de tempo evolutiva do homem. Durante décadas, os especialistas consideraram o Homo neandertal uma espécie diferente e mais antiga do que o Homo sapiens. No entanto, com os achados e estudos das últimas décadas, este olhar foi posto em discussão e muitos especialistas consideram que o Homo neandertal é uma subespécie do Homo sapiens, assim como o Homo sapiens sapiens, o ser humano moderno.

Hoje em dia sabe-se com certeza que ambas as subespécies coexistiram durante milhares de anos e mantiveram contatos biológicos e culturais. Inclusive, há quem proponha que se possa dar um processo de hibridação entre ambos.

O estilo de vida do homem de Neandertal

As sociedades neandertais estruturavam-se em bandos de 15 a 30 pessoas. Levavam uma vida nômade baseada na caça e coleta de alimentos. Tinham estratégias de sobrevivência diferenciadas para as condições ambientais e as estações do ano.

Tal como os Homo sapiens, tinham sociedades igualitárias nas quais não existiam hierarquias impostas nem líderes estáveis. Alguns assentamentos de neandertais evidenciam uma estrutura organizacional complexa, com lugares designados para atividades pontuais e específicas, em torno de uma fogueira central.

Fabricavam ferramentas de pedra e sílex, através de técnicas de corte e martelada empregando ossos e outras rochas. Além disso, dominaram o uso do fogo e o usaram para cozinhar seus alimentos.

Os traços físicos dos neandertais

neandertal
Os neandertais tinham um crânio alongado e dentes proeminentes.

Os neandertais tinham um corpo adaptado ao frio glacial da sua época, robusto e de pouca estatura. Tinham uma ampla caixa torácica e nariz de barbatanas largas. Seu esqueleto denota uma musculatura robusta que certamente lhe outorgava muito mais força que a do Homo sapiens, e um sentido do olfato muito mais desenvolvido.

Possuíam um crânio alongado e uma dentadura saltada e para frente. A partir de seus restos, supõe-se que sua laringe lhes teria permitido a linguagem articulada, embora com uma fonética muito mais limitada do que a do homem moderno.

O neandertal médio não tinha mais de 1,65 metro de altura e pesava cerca de 70 kg.

A cultura dos neandertais

Ainda se debate se os neandertais produziram ou não formas de arte simbólica. Há quem afirme que sim, e que muitos objetos encontrados com marcas e incisões, como garras de águias, ossos de animais ou arranhões em paredes, têm uma função protoartística ou decorativa. Também foram encontrados restos de conchas marinhas, penas de aves e outros elementos que poderiam ter servido para fabricar colares ou pingentes de uso ritual.

Outras posturas negam que os neandertais tenham desenvolvido elementos artísticos e argumentam que estes achados não constituem provas suficientes para falar de um desenvolvimento artístico.

A extinção dos neandertais

Os últimos restos do Homo neandertal foram descobertos no sul da Península Ibérica e datam de 30.000 anos atrás.

Embora não se conheçam as razões exatas da sua extinção, a maioria dos estudos apontam para as migrações de grupos de Homo sapiens da África e sua coexistência competitiva nos mesmos habitats que os Homo neandertais. No entanto, ainda hoje se debate o nível de contato entre as duas espécies e a possibilidade de intercâmbios biológicos e culturais.

Os sítios arqueológicos

Hombre de Neandertal
Os restos fósseis mais recentes do homo neandertal se encontram na Espanha.

Os principais sítios arqueológicos e paleontológicos onde foram encontrados os restos fósseis e materiais do Homo neandertal são:

  • Alemanha. Ehringsdorf, vale do rio Neander, Salzgitter-Lebenstedt.
  • Bélgica. Engis, La Naulette, Veldwezelt-Hezerwater, caverna Scladina do vale do rio Mosa.
  • Croácia. Ganovce, Ochoz, Sala.
  • Eslovênia. Divje Babe.
  • Espanha. L'Arbreda, Caverna dos Aviones, Axlor, Atapuerca, Bañolas, El Esquilleu, Lezetxiki, Abric Rom, Zafarraya, Siega Verde, Valdegoba.
  • França. Hortus, Fontéchevade, Arcy-sur-Cure, Bau de l'Aubesier.
  • Itália. Monte Circeo, Guattari, Saccopastore.
  • Irã. Shanidar.
  • Israel. Skul, Qafzeh, Zuttiyeh, Tabún, Cavernas de Amud, Kebara e Nahal Me'arot.
  • Portugal. Lagar Velho, Figueira Brava, Valle del Côa.
  • Reino Unido. Forbes' Quarry, Bontnewydd, Jersey.
  • Romenia. Subalyuk.
  • Rússia. Cavernas Denisova, Mezmaiskaya.
  • Síria. Dederiyeh.
  • Ucrânia. Kiik-Koba, Molodova, Staroselje.
  • Uzbequistão. Aman-Kutan e Teshik Tash.

Referências

  • Wong, K. (2000). ¿ Quiénes fueron los Neandertales?. Investigación y ciencia, (285), 74-83.
  • López Serrano, A. (1996). Proceso de hominización y cultura material. La aportación de la antropología histórica.
  • Harris, M. (1981). Introducción a la antropología general. Alianza.
  • “Homo neanderthalensis” em Wikipedia.
  • “¿Cómo vivía el hombre de Neandertal?” (video) em TVMDocu.
  • “La asombrosamente simple razón por la que se extinguió el hombre de Neandertal” em Infobae.
  • “Características del hombre de Neanderthal” em Historia y Biografías.
  • “Homo neanderthalensis” em Smithsonian National Museum of Natural History.
  • “Neandertal” em The Encyclopaedia Britannica.

Como citar?

As citações ou referências aos nossos artigos podem ser usadas de forma livre para pesquisas. Para citarnos, sugerimos utilizar as normas da ABNT NBR 14724:

KISS, Teresa. Homem de Neandertal. Enciclopedia Humanidades, 2023. Disponível em: https://humanidades.com/br/homem-de-neandertal/. Acesso em: 28 fevereiro, 2024.

Sobre o autor

Autor: Teresa Kiss

Professora de História do ensino médio e superior.

Traduzido por: Cristina Zambra

Licenciada em Letras: Português e Literaturas da Língua Portuguesa (UNIJUÍ)

Data da última edição: 18 julho, 2023
Data de publicação: 29 junho, 2023

Esta informação foi útil para você?

Não

    Genial! Obrigado por nos visitar :)