Cidade do México

Vamos explicar tudo sobre a Cidade do México, onde se localiza e como é a sua população. Além disso, suas características, geografia e clima.

El centro de la ciudad de México se ilumina por la noche.
A Cidade do México é a maior cidade da América do Norte.

Como é a Cidade do México?

A Cidade do México é a capital dos Estados Unidos do México, nome oficial do país.

É a maior cidade da América do Norte e uma das mais povoadas do mundo. Tem uma população de 8,9 milhões de habitantes, mas a sua área metropolitana ultrapassa os 22 milhões. Foi edificada, desde a conquista, sobre as ruínas da cidade de Tenochtitlán, capital do Império Asteca.

Esta cidade é o principal núcleo urbano, social, político, acadêmico, econômico, turístico, artístico, empresarial e cultural da nação mexicana, e foi palco de numerosos acontecimentos importantes na vida e na história da nação. Ali reside o poder político e é, além disso, o berço da rica e vasta história pré-colombiana, colonial e revolucionária mexicana.

Características da Cidade do México

Algumas características são:

  • Tem 8,9 milhões de habitantes, mas sua área metropolitana supera os 22 milhões.
  • Foi construída sobre a antiga cidade de Tenochtitlán, capital do Império Asteca.
  • Está localizada no Vale do México, no centro do país.
  • Em 1997, deixou de ser um distrito federal e tornou-se uma entidade federativa.
  • Tem um clima temperado subúmido de montanha.
  • Está rodeada de cadeias montanhosas e vulcões.
  • Está em uma zona sísmica ativa.
  • Conta com uma rede de metrô de mais de 200 quilômetros de extensão.
  • A insegurança e a poluição são alguns dos seus principais problemas urbanos.

Localização, população e extensão territorial da Cidade do México

A Cidade do México tem uma densidade populacional de 5989 habitantes por km2.

A Cidade do México tem uma população de 8 milhões e 900 mil habitantes, e sua área metropolitana atinge os 22 milhões, o que representa 17,3% da população do país. Ocupa uma área aproximada de 1.486 km2, o que representa uma densidade populacional de quase 6 mil habitantes por km2.

Está localizada no Vale do México, no centro do país. Limita-se ao norte, ao leste e ao oeste com o estado do México, e ao sul com o estado de Morelos. Foi edificada sobre a antiga cidade de Tenochtitlán, capital do Império Asteca, que se começou a construir sobre uma ilha do lago Texcoco.

Embora Tenochtitlán foi praticamente destruída, em alguns lugares da Cidade do México, como no Templo Mayor, podem-se observar alguns restos arqueológicos do que foi a antiga cidade.

Administração política da Cidade do México

Ciudad de México
O Palácio Nacional é a sede do poder executivo federal do México.

A Cidade do México é administrada politicamente como uma entidade federativa autônoma dentro dos Estados Unidos Mexicanos. Desde 1997, deixou de ser um território federal e tornou-se mais uma entidade federativa do país. É por isso que a cidade já não é nomeada como México DF, como foi conhecida durante muitos anos.

Nesta cidade se encontra o Palácio Nacional, sede do poder executivo federal da nação e Patrimônio da Humanidade desde 1987.

Como todos os outros estados federativos, a Cidade do México organiza a sua administração política em três poderes: o executivo, o legislativo e o judiciário. O chefe do poder executivo da Cidade do México é o chefe de Governo, que é eleito democraticamente pelos habitantes da cidade a cada seis anos.

Seu território está subdividido em 16 unidades políticas e administrativas chamadas prefeituras. As duas prefeituras mais povoadas são Iztapalapa com 1 milhão e 800 mil habitantes e Gustavo A. Madero com 1 milhão, 174 mil.

Fundação da Cidade do México

A Cidade do México foi fundada pelos astecas (Império Mexica) em torno do século XIV sob o nome de Tenochtitlán, nas imediações de antigas populações na área. Estas ruínas faziam parte de sua mitologia e imaginário religioso, pelo que se desconhece a real fundação dos primeiros povoadores do lago Texcoco, que puderam ser olmecas ou toltecas.

A cidade asteca controlou a área em sua tripla aliança com Tlatelolco e Tlacopan, conhecido como o Império Asteca, que foi derrotado em uma sangrenta guerra de conquista pelos colonos espanhóis desde 1520.

A partir daí, Tenochtitlán passou a se chamar Nova Espanha e foi refundada por Hernán Cortez, que governou como capitão-geral. Logo, a cidade se converteria na capital do vice-reinado da Nova Espanha, que duraria até 1821.

Clima, relevo e hidrografia da Cidade do México

Ciudad de México
A Cidade do México está rodeada por cadeias montanhosas.

O clima predominante da cidade do México é o temperado subúmido de montanha, que se caracteriza por ter verões quentes e invernos frios, e as chuvas concentradas nos meses de verão. Como a cidade está a mais de 2 mil metros de altitude, as temperaturas são mais baixas do que em outros lugares do México que se encontram na mesma latitude.

A Cidade do México se encontra sobre o Vale do México, rodeada de cadeias montanhosas como a serra de Guadalupe, a serra de Ajusco e os vulcões Popocatépetl e Iztaccíhuatl. Por se encontrar em uma zona próxima de placas entre a americana, a pacífica e a de Cocos, o México se caracteriza também pela presença de vulcões, e por uma importante atividade sísmica, por isso os terremotos são frequentes no país.

A Cidade do México possui numerosos bosques e parques urbanos, alguns dos quais operam como uma reserva natural protegida. Os principais parques da área metropolitana são:

  • Bosque e Zoológico de Chapultepec, o maior da América Latina.
  • Bosque de San Juan de Aragon.
  • Parque Zoológico e Ecológico Los Coyotes.
  • Parque dos Veados.
  • Cerro da Estrela.
  • Reserva Ecológica de Xochimilco.
  • Parque Nacional Deserto dos Leões.
  • Parque Nacional Serra de Guadalupe.
  • Parque Nacional Cumbres del Ajusco.

Transporte na Cidade do México

O sistema de transporte inclui metrô, trens, ônibus e táxis.

O metrô é um dos pilares fundamentais do transporte público na cidade. Consiste de várias linhas de metrô que conectam diferentes pontos da urbe. Tem 12 linhas e mais de 200 quilômetros de extensão.

Além do metrô, a cidade conta com um sistema de trens entre bairros, conhecido como Trem Ligeiro, que conecta algumas áreas periféricas com o centro. O Trem Suburbano é outra opção ferroviária que conecta o norte da cidade com municípios próximos do estado do México.

Os ônibus, conhecidos como “micro-ônibus” ou “peseros”, são uma parte integral do transporte público na Cidade do México. Estes pequenos veículos operam em rotas específicas e oferecem um serviço rápido e flexível. Os ônibus de transporte público de maior capacidade, operados pelo Sistema de Transporte Público da Cidade do México (STC), complementam a oferta de transporte na cidade.

O sistema de transporte é complementado com as opções de táxi, e com um sistema integrado de bicicletas de aluguel que as pessoas podem usar para percorrer curtas distâncias dentro da cidade.

Patrimônio cultural da Cidade do México

O Museu Frida Kahlo é um dos mais visitados pelos turistas.

No coração da Cidade do México se encontra o Centro Histórico, declarado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1987. Ali, encontra-se a Praça da Constituição ou o Zócalo, como é conhecida habitualmente. É onde se encontra também o Palácio Nacional, que está decorado com murais do artista mexicano Diego Rivera. Perto dali, encontra-se também a Catedral Metropolitana, considerada uma obra-prima da arquitetura colonial.

O Templo Mayor, uma área arqueológica no Centro Histórico, é um vestígio da antiga cidade de Tenochtitlan, capital do Império Asteca. Este sítio arqueológico tem um museu que exibe artefatos pré-hispânicos e outros objetos da cultura asteca.

O Museu Nacional de Antropologia é um dos mais importantes do mundo em sua categoria e exibe coleções de arte e objetos das civilizações pré-hispânicas do México. O Museu Frida Kahlo, localizado na Casa Azul, permite conhecer mais sobre a vida e obra da famosa pintora mexicana.

O Palácio de Belas Artes abriga coleções de arte mexicana, é o lar de performances de balé e ópera e é a sede da Orquestra Sinfônica Nacional. Outro ponto de referência importante é o Castelo de Chapultepec, um palácio que serviu como residência presidencial e é agora o Museu Nacional de História.

Problemáticas da Cidade do México

As principais problemáticas são:

  • Terremotos. Houve inúmeros terremotos na história da cidade. O mais lembrado é o de 1985, que causou um grande número de mortes e 8 bilhões de dólares calculados em danos materiais.
  • Poluição. A localização da cidade em um vale rodeado de cadeias montanhosas impede a passagem dos ventos e, dadas as dimensões da urbe, gera que o smog se acumule e os níveis de poluição sejam alarmantemente altos.
  • Insegurança. A Cidade do México é conhecida por ser uma das cidades mais inseguras da América, junto com outras capitais latino-americanas como Caracas, Manágua ou cidades como Ciudad Juárez ou Rio de Janeiro.
  • Superpopulação. A elevada densidade populacional da cidade gera importantes perturbações relacionadas com a circulação, o trânsito, a poluição, o tratamento do lixo e o abastecimento e qualidade dos serviços públicos.

Referências

Como citar?

As citações ou referências aos nossos artigos podem ser usadas de forma livre para pesquisas. Para citarnos, sugerimos utilizar as normas da ABNT NBR 14724:

SPOSOB, Gustavo. Cidade do México. Enciclopédia Humanidades, 2023. Disponível em: https://humanidades.com/br/cidade-do-mexico/. Acesso em: 7 junho, 2024.

Sobre o autor

Autor: Gustavo Sposob

Professor de Geografia do ensino médio e superior (UBA).

Traduzido por: Cristina Zambra

Licenciada em Letras: Português e Literaturas da Língua Portuguesa (UNIJUÍ)

Data da última edição: 25 março, 2024
Data de publicação: 22 novembro, 2023

Esta informação foi útil para você?

Não

    Genial! Obrigado por nos visitar :)