Administração

Vamos explicar o que é a administração, sua história e seus objetivos. Além disso, o que é a administração pública e muito mais.

Administración
A administração de uma empresa no ambiente de trabalho organiza e contribui para dirigir o negócio.

O que é a administração?

A administração é um processo que compreende múltiplas ações, como planejar tarefas e projetos, ordenar os recursos disponíveis, organizar as prioridades e controlar os processos para alcançar os objetivos. A ação de administrar pode ser aplicada tanto em uma atividade pessoal como em uma empresarial ou governamental.

  • Por exemplo: Pessoalmente falando, podem-se administrar as tarefas da semana (o estudo, o trabalho e os afazeres do lar) para poder realizá-las a todas. A nível laboral se pode administrar uma empresa, e para isso é necessário dirigir os recursos humanos, coordenar os recursos materiais e planejar as diferentes tarefas.

Para administrar um lar, um projeto ou uma organização, são necessários diferentes recursos, tanto humanos como materiais. No entanto, o que caracteriza o processo de administrar são alguns elementos básicos: designar um responsável ou líder da administração, planejar objetivos, organizar os recursos humanos e repartir as tarefas, avaliar os resultados, motivar as pessoas.

A palavra “administração” deriva do latim, o prefixo ad significa “para” ou “adquirir” e a palavra minister significa “obediência” ou “subordinado” e faz alusão ao que se desenvolve sob o comando ou a subordinação de outro. Um grupo ou equipe segue as diretrizes da administração ou de uma pessoa responsável como administrador.

História da administração

Revolución industrial - administración
A partir da Revolução Industrial o processo administrativo foi comum a toda empresa.

Breve revisão passando pelas principais etapas na história da administração:

  • A origem da administração. O processo de administração existe desde a pré-história, quando o ser humano começou a viver em tribos e assentamentos, a praticar a agricultura e a criação de animais. Embora fosse um processo muito diferente da administração atual, as tarefas para organizar a vida em comunidade, abastecer-se de alimentos, proteger-se de predadores e cuidar-se das condições climáticas eram divididas.
  • O surgimento da escrita. Durante a época da antiga Mesopotâmia, por volta de 3000 a.C., surgiu a escrita que permitiu deixar evidências de complexos sistemas administrativos que as grandes civilizações implementaram.
  • Feudalismo. Durante a Idade Média, entre os séculos V e XV d.C., desenvolveu-se o Feudalismo, sistema no qual os donos das terras, que correspondiam a uma classe alta minoritária, dispunham de parte de suas terras para que fossem trabalhadas pelos escravos. Os senhores feudais comercializavam os produtos da terra e em troca desse trabalho davam uma casa e proteção militar a esses escravos.
  • Mercantilismo. Foi um sistema econômico que se desenvolveu na Europa, entre os séculos XVII e meados do XVIII e resultou em uma transição entre o Feudalismo e o Capitalismo. As ideias mercantilistas baseavam-se no fato de o Estado controlar a indústria e o comércio, por exemplo, ao aplicar impostos alfandegários às exportações, entre outros. No entanto, o controle absoluto do Estado contribuiu para perpetuar o domínio das monarquias feudais da Idade Média.
  • Capitalismo. Durante a Idade Moderna, entre os séculos XV e XVIII, desenvolveu-se o sistema capitalista nas mãos da classe burguesa, uma classe média abastada que contava com capital. Foram destacadas as ideias de Adam Smith, considerado o pai da economia moderna, que explicou que o valor das mercadorias é determinado pela soma do salário do empregado, do benefício para o empregador e das rendas.
  • Revolução Industrial. A partir do século XX, com o início da Revolução Industrial, surgiram as grandes empresas que estabeleceram as bases da gestão administrativa aplicada aos negócios. Foram criadas as primeiras escolas administrativas que permitiram formalizar o processo de maneira técnica.
    Por exemplo: O taylorismo foi uma teoria baseada na divisão do trabalho, mas aplicada à produção industrial em série para maximizar a produtividade da mão de obra.
  • Idade Contemporânea. A partir de 1789, com as ideias do Iluminismo e da Revolução Francesa, iniciou-se um período de evolução a um ritmo exponencial que continua na atualidade. Os avanços tecnológicos e as mudanças na sociedade de consumo em nível global impactaram em todos os aspectos da vida, entre eles, a administração que, além de ser um processo de organização interna, está condicionada pelo mercado nacional e estrangeiro em que se desenvolve.
    Por exemplo: Uma empresa que exporta sua produção para outros países deve implementar uma direção administrativa com conhecimento em comércio internacional e estar preparada para as mudanças legais e alfandegárias de cada nação.

Funções da administração

As principais funções do processo administrativo em um projeto ou empresa são:

  • Planejar. Elaborar um plano que determinará como alcançar os objetivos da forma mais efetiva. Orientará as tarefas e os projetos de forma coordenada.
  • Organizar. Rever os recursos humanos e materiais de que se dispõe e detectar os que faltam, para organizar a estrutura em áreas ou departamentos especializados.
  • Dirigir. Exercer o papel de um líder ou diretor responsável para que a gestão ou o desempenho da organização esteja alinhada com os objetivos. Este papel requer uma visão integral dos recursos disponíveis e necessários, os gastos e os investimentos, entre outras variáveis.
  • Controlar. Avaliar os processos e o desempenho de cada área ou empregado, com o objetivo de detectar problemas ou melhorias.

Objetivo da administração

A administração é um processo em constante movimento que tem como objetivo coordenar de maneira efetiva os recursos humanos e os materiais para alcançar a máxima produtividade com o menor custo. Trata-se de um processo de organização interna que também depende do contexto em que a atividade se desenvolve.

  • Por exemplo: Uma empresa nacional que desenvolve software e circuitos integrados pode ter inconvenientes para produzir durante os momentos de crise econômica devido à falta de matéria prima. Em momentos drásticos de desvalorização monetária, o Estado nacional costuma restringir as exportações, inclusive para as indústrias. 

O processo de administração também contempla possíveis problemas ou situações de crise com o objetivo de manter o negócio ativo e optar por medidas alternativas.

  • Por exemplo: Devido à falta de insumos provenientes do estrangeiro, a empresa pode se associar com um produtor local para fabricar a matéria prima que necessita.

Administração pública

A administração pública compreende um conjunto de organismos de estrutura burocrática que representa a política de Estado. Tem como função garantir a ordem e o bem-estar social, através da divisão do poder nacional em: executivo, legislativo e judiciário, que cumprem funções administrativas e contribuem para moderar o poder da autoridade do Estado.

A responsabilidade de toda a pessoa que tem um cargo público é cumprir e fazer cumprir a Constituição e suas leis em cada uma das tarefas que realiza. A estrutura burocrática da administração pública subdivide-se em unidades operacionais com os respectivos diretores e empregados a cargo.

Referências

  • Educatina (2013). Historia de la administración, segunda parte. Medioevo y Revolución Industrial, (video), de: Youtube
  • Real Academia Española (2022). Administrar, de: RAE
  • Ensenada (2019). El mercantilismo: la transición del feudalismo al capitalismo, de: Historia de Tercero

Como citar?

As citações ou referências aos nossos artigos podem ser usadas de forma livre para pesquisas. Para citarnos, sugerimos utilizar as normas da ABNT NBR 14724:

DE AZKUE, Inés. Administração. Enciclopédia Humanidades, 2023. Disponível em: https://humanidades.com/br/administracao/. Acesso em: 7 junho, 2024.

Sobre o autor

Autor: Inés de Azkue

Licenciada em Publicidade (Universidad de Morón)

Traduzido por: Cristina Zambra

Licenciada em Letras: Português e Literaturas da Língua Portuguesa (UNIJUÍ)

Data da última edição: 18 fevereiro, 2024
Data de publicação: 28 junho, 2023

Esta informação foi útil para você?

Não

    Genial! Obrigado por nos visitar :)