Carta formal e carta informal

Vamos explicar o que são as cartas formais e as cartas informais, as diferenças entre elas, suas características e os elementos de cada uma.

Carta formal e informal
A carta informal é uma carta em que ambas as partes têm uma relação afetiva.

O que é uma carta formal e uma carta informal?

Uma carta é uma forma tradicional de comunicação entre as pessoas, na qual um remetente escreve um texto e o envia para um destinatário. As cartas podem ser formais ou informais de acordo com sua função e a relação entre o remetente e o receptor.

Em uma carta formal, a relação entre as duas pessoas é distante porque geralmente é entre pessoas que não se conhecem pessoalmente. A linguagem formal é utilizada e as cartas geralmente têm uma estrutura pré-determinada. Podem ser para fins comerciais ou comerciais, entre outros.

Por outro lado, a carta informal é aquela em que ambas as partes da comunicação têm uma relação afetiva ou próxima. Neste caso, o remetente tem permissão para escolher a estrutura e os elementos da carta e normalmente é utilizada uma linguagem informal. São escritas para diversos fins, tais como: convites, saudações, agradecimentos, entre outros.

As cartas são um dos mais antigos meios de comunicação e hoje estão cada vez mais fora de uso devido às novas tecnologias como o e-mail e o bate-papo on-line.

São escritos enviados em um envelope com o nome e endereço do destinatário na frente e o nome e endereço do remetente no verso. Geralmente são enviados pelo correio ou podem ser entregues à mão por um mensageiro ou pelo próprio remetente.

As características de uma carta formal

Carta formal e informal
As cartas formais podem ser usadas para fins comerciais ou de trabalho.

Algumas das principais características das cartas formais são:

  • O remetente e o receptor não têm uma relação de amizade ou familiaridade, mas têm uma relação de trabalho ou de negócios, entre outros.
  • Utilizam uma linguagem formal e estruturada, sempre respeitando o uso correto das regras de pontuação e ortografia.
  • São escritas com a intenção de solicitar um pedido, dar informações específicas, marcar uma consulta, pedir referências, entre outros.
  • Geralmente são usadas para transmitir informações sem a presença de pensamentos, conclusões ou sentimentos do remetente.
  • Existem certos elementos que compõem este tipo de escrita e que não podem ser omitidos.
  • São enviadas em um envelope pelo correio ou podem ser entregues em mãos.
  • Normalmente são de curta extensão.

As características de uma carta informal

Carta formal e informal
As cartas são um dos mais antigos meios de comunicação.

Algumas das principais características das cartas informais são:

  • O remetente e o destinatário da carta têm um relacionamento próximo, podem ser familiares ou amigos.
  • Utilizam linguagem informal, simples, coloquial, que pode incluir abreviações, erros não intencionais e pontos de exclamação.
  • São escritas com a intenção de desejar um feliz aniversário, comunicar um evento importante, mandar notícias, fazer um convite, enviar saudações, entre muitos outros.
  • Geralmente expressam emoções, pensamentos, reflexões e sentimentos de quem escreve.
  • Os elementos que a compõem podem ou não ser incluídos, dependendo das preferências e necessidades do remetente.
  • Podem incluir recursos gráficos, tais como desenhos, diagramas ou o que o remetente quiser transmitir.
  • São enviadas em um envelope pelo correio ou podem ser entregues em mãos.
  • Incluem recursos tais como asteriscos, P.S. (post scriptum) e esclarecimentos.
  • Têm uma extensão indefinida.

As diferenças entre uma carta formal e uma carta informal

Carta formal e informal
As cartas informais podem ter a extensão que o remetente desejar.

Algumas das principais diferenças entre uma carta formal e uma carta informal são:

  • Remetente e receptor. Em cartas formais, a relação entre o remetente e o receptor é mediada por uma atividade profissional, de trabalho ou intelectual. Em cartas informais, a relação entre remetente e receptor é de proximidade ou afeto (geralmente família ou amigos).
  • Linguagem. O tipo de linguagem utilizada em uma carta formal é solene e distante e não pode conter erros ortográficos e gramaticais. Uma carta informal permite uma linguagem coloquial porque existe uma relação estreita entre o remetente e o receptor.
  • Objetivo. Uma carta formal é geralmente escrita para um propósito específico, por exemplo, para expressar interesse em um trabalho, para marcar uma reunião ou para fazer uma reclamação ou solicitação. As cartas informais são geralmente escritas para estabelecer contato com outra pessoa e não precisam necessariamente incluir uma solicitação ou informação específica.
  • Estrutura. A carta formal mantém uma estrutura interna que não permite deixar de lado alguma seção ou alterar sua ordem estrutural; os elementos que compõem este tipo de carta estão previamente organizados. Em cartas informais, a estrutura é mais livre e pode incluir todos os elementos que a pessoa que escreve considere necessários.
  • Extensão. As cartas formais são geralmente curtas, pois apenas a finalidade da carta é detalhada no corpo da carta. As cartas informais podem ter a extensão que o remetente desejar.
  • Elementos. As cartas formais diferem das cartas informais nos elementos que as compõem. Devem incluir, entre outras coisas, um título, uma saudação formal, uma introdução, um corpo e uma saudação final com assinatura e esclarecimento. As cartas informais geralmente incluem uma saudação, corpo e saudação final. Alguns podem incluir P.S. e esclarecimentos.

Os elementos de uma carta formal

Os principais elementos de uma carta formal são:

  • Data e local. A data e o local onde a carta é escrita. Por exemplo: Belo Horizonte, 3 de novembro de 2022.
  • Cabeçalho. Incluir o nome da pessoa a quem a carta é endereçada, seguido do cargo ou função dentro da instituição (se aplicável). Por exemplo: Luciano Oliveira. Chefe do Departamento de Habitação e Desenvolvimento Social de Belo Horizonte.
  • Saudação. Inclui a saudação inicial do remetente para o destinatário. Por exemplo: Prezado Sr. Oliveira,
  • Introdução. Especifica a razão pela qual o remetente está enviando a carta. Por exemplo: Solicito que me contatem, pois preciso coordenar com vocês a reunião no sábado, 23 de maio....
  • Corpo do texto. Detalha todas as informações relevantes e é uma parte da carta formal que normalmente não é muito longa. Por exemplo: Gostaria de lembrar que, para coordenar sua chegada aos nossos escritórios, precisarei que você me envie seus dados pessoais com....
  • Desfecho. O remetente se despede do receptor. Por exemplo: Atenciosamente.
  • Assinatura. Uma assinatura pessoal, escreve-se o nome e sobrenome de quem endereça, de modo que o receptor tenha todas as informações do remetente. Por exemplo: Vítor Alves, Diretor do Centro de Estudos Latino-Americanos.

Os elementos de uma carta informal

Carta formal e informal
As cartas geralmente são enviadas em envelopes.

Os principais elementos que compõem a estrutura de uma carta informal são:

  • Saudação. Inclui a saudação do remetente ao destinatário. Em alguns casos, as cartas informais incluem data e local. Por exemplo: Olá, João.
  • Introdução. O motivo da carta é incluído, embora às vezes este elemento possa ser omitido e seja considerado como parte do corpo da carta. Por exemplo: Estou escrevendo estas linhas para desejar-lhe um feliz aniversário.
  • Corpo do texto. Aqui são detalhadas todas as informações que o remetente deseja transmitir ao destinatário. Por exemplo: Aproveito esta oportunidade para lhe dizer que ontem estive com sua prima Cecília e como ela é querida! Ela me falou de seu novo projeto...
  • Despedida e assinatura. Uma saudação e o nome do remetente estão incluídos. Por exemplo: Abraços. Ana.
  • P.S. Esclarecimentos ou observações são usados quando, uma vez que a carta tenha sido concluída, o remetente esqueceu algum ponto importante que deseja mencionar ao destinatário. As cartas informais permitem mais de um pós-escrito. Por exemplo: P.S. Não se esqueça de enviar um abraço a seus irmãos e a seu pai.

Referências

  • “Carta” em Rae.
  • “¿Qué debería incluirse en una carta de interés o de solicitud?” em Candid Learning.
  • “How to write a formal letter” em BBC.
  • “How to write a formal letter” em Cambridge.

Como citar?

As citações ou referências aos nossos artigos podem ser usadas de forma livre para pesquisas. Para citarnos, sugerimos utilizar as normas da ABNT NBR 14724:

ETECÉ, Equipo editorial. Carta formal e carta informal. Enciclopedia Humanidades, 2023. Disponível em: https://humanidades.com/br/carta-formal-e-carta-informal/. Acesso em: 28 fevereiro, 2024.

Sobre o autor

Traduzido por: Márcia Killmann

Licenciatura em letras (UNISINOS), Doutorado em Letras (Universidad Nacional del Sur)

Data da última edição: 11 julho, 2023
Data de publicação: 6 março, 2023

Esta informação foi útil para você?

Não

    Genial! Obrigado por nos visitar :)