Entrevista

Vamos explicar o que é uma entrevista e as áreas em que pode se desenvolver. Além disso, como se classificam as suas principais características.

Arnold Schwarzenegger es entrevistado en un foro de negocios.
O sucesso da entrevista tem a ver com a definição prévia de seus objetivos.

O que é uma entrevista?

Uma entrevista é uma reunião preestabelecida entre duas pessoas na qual se realiza um intercâmbio de informações. Diferentemente do diálogo ou simples conversa, a entrevista tem um propósito específico, que pode ser dirigido à avaliação, divulgação ou diagnóstico do entrevistado.

O sucesso da entrevista tem a ver com a definição prévia de seus objetivos, bem como a capacidade do entrevistador de orientar o intercâmbio para os cenários que lhe interessam.

No caso de uma entrevista jornalística, por exemplo, o objetivo é reunir informações suficientes para tornar o entrevistado conhecido; em uma entrevista clínica, para diagnóstico; e em uma entrevista de emprego, para as habilidades profissionais do entrevistado.

As características de uma entrevista

Cada entrevista tem as seguintes características:

  • Tem um objetivo definido. Cada entrevista tem um propósito. A entrevista jornalística visa tratar de um tema de relevância para a opinião pública, enquanto a entrevista clínica tem como objetivo diagnosticar um paciente.
  • Concentra-se em um tema. A entrevista é preparada com base em um tema ou questão que você deseja discutir com o entrevistado. O tema de uma entrevista de emprego pode ser o desempenho potencial de um candidato a um cargo ou função, enquanto o tema de uma entrevista com uma personalidade do show business pode girar em torno de sua carreira ou do seu último trabalho. É responsabilidade do entrevistador manter a entrevista sobre o tema.
  • Requer uma pesquisa prévia. O entrevistador deve pesquisar o assunto com antecedência para garantir que a entrevista flua, seja dinâmica e cubra todos os aspectos de interesse.
  • Consiste em perguntas e respostas. O material final de uma entrevista são as perguntas (abertas ou fechadas) e as respostas do entrevistado. A natureza das perguntas e respostas corresponde ao tipo de entrevista que foi preparada, que pode ser estruturada, semiestruturada ou de forma livre.
  • O entrevistador faz as perguntas. O papel do entrevistador é orientar a conversa para as áreas de interesse, com base na escolha das perguntas.
  • O entrevistado é quem responde. O papel do entrevistado é de se submeter ao que o entrevistador planejou. Sua participação tende a ser improvisada, espontânea e, neste sentido, supostamente genuína, o que confere à entrevista maior veracidade ou legitimidade.
  • Ocorre através de um meio. As entrevistas podem ser realizadas pessoalmente, por telefone ou por meios digitais, tais como videochamada, e-mail, e até mesmo mensagens de voz. A escolha do meio certo garante o sucesso da entrevista.
  • Tem um registro. Para registrar a entrevista, é necessário utilizar algum meio. Isto varia de um caderno de anotações até um dispositivo tecnológico, tal como dispositivos de gravação de voz ou vídeo, ou uma câmera fotográfica.

Partes de uma entrevista

Uma entrevista é composta de certas partes ou momentos, que normalmente são:

  • Preparação. Envolve o processo de pesquisa e documentação antes da entrevista. Permite ao entrevistador definir o objetivo, o tema, o tipo de estrutura e as perguntas a serem feitas na entrevista.
  • Apresentação. Marca o início da entrevista. É uma formalidade através da qual tanto o entrevistado quanto o entrevistador se apresentam. Também pode indicar o objetivo da entrevista e o tema a ser abordado.
  • Desenvolvimento. Este é o corpo da entrevista propriamente dita, que consiste em perguntas e respostas.
  • Finalização. Este é o momento em que a entrevista termina. Um resumo do que foi dito pode ser feito. Algumas perguntas são geralmente anunciadas de antemão. O entrevistador pode dizer, por exemplo: “Antes de terminarmos, uma última pergunta”.

Tipos de entrevistas

Existem diversos tipos de entrevistas, classificadas de acordo com diferentes critérios: sua estrutura ou seu escopo. Dentro do próprio jornalismo, há também uma subdivisão dependendo do tema abordado.

De acordo com sua estrutura

É possível estabelecer uma tipologia de entrevistas com base em certos elementos de sua estrutura:

  • Entrevista estruturada. Conhecida como um “questionário”, é composta de perguntas específicas que buscam uma resposta simples e determinada, muitas vezes em um esquema binário (sim ou não).
  • Entrevista aberta. As perguntas feitas ao entrevistado são de ampla interpretação: servem como base para que o entrevistado expresse uma opinião ou reflita.
  • Entrevista semiaberta. Combina perguntas abertas ou livres e outras com uma resposta muito mais específica, o que pode representar uma escolha entre uma série de opções.

Dependendo da área de aplicação

De acordo com o contexto específico de interesse, podemos citar várias áreas da entrevista.

  • Entrevista clínica. É o tipo básico de entrevista no campo médico e medicinal, na qual o profissional de saúde observa o paciente e tenta chegar a um diagnóstico.
  • Entrevista psicológica. Este é o tipo de entrevista na área da psicologia. Geralmente é usada para determinar a necessidade e a rota de trabalho de um processo terapêutico que está sendo iniciado.
  • Entrevista ocupacional. É o tipo de entrevista na área da indústria ou comércio. É utilizada como o primeiro instrumento de seleção de pessoal, no qual se faz contato direto com o funcionário potencial pela primeira vez.
  • Entrevista qualitativa e quantitativa de pesquisa. É uma entrevista breve e anônima, que serve como uma pesquisa para ter uma ideia panorâmica da opinião de um setor social a respeito de um tema ou produto específico.
  • Entrevista jornalística. Vários tipos de entrevistas informativas estão disponíveis aos jornalistas quando falam com uma personalidade ou um especialista sobre um tema, com o objetivo de informar seu público.

No âmbito do jornalismo

Outra classificação é baseada na intenção final da entrevista jornalística:

  • Entrevista opinativa. O entrevistado expressa suas opiniões sobre um tema.
  • Entrevista de rotina. Alguém é entrevistado para reconstituir os fatos de um evento que ele ou ela testemunhou.
  • Entrevista de personalidade. Também conhecida como “perfil”, é conduzida para dar ao público detalhes sobre a personalidade e a vida da pessoa entrevistada, que geralmente é uma celebridade ou alguém muito conhecido no meio.

Exemplos de entrevistas

  • Entrevista de um candidato a emprego. É uma entrevista de trabalho onde as perguntas e a conversa giram em torno das habilidades técnicas do candidato ao trabalho pretendido. O objetivo é decidir se o candidato é adequado para o cargo.
  • Entrevista de um candidato à presidência da República. É uma entrevista de personalidade, que fornece uma visão sobre o caráter do candidato e as propostas políticas para o cargo.
  • Entrevista com um detetive que investiga um assalto a um banco. É uma entrevista para descobrir em detalhes como ocorreu um evento e para torná-lo conhecido do público.
  • Entrevistar um paciente para estabelecer um diagnóstico. É uma entrevista clínica onde o médico, através de uma série de perguntas, tenta chegar a um diagnóstico a fim de recomendar um tratamento para o paciente.
  • Entrevista com um artista sobre sua mais recente exposição. É uma entrevista de personalidade, focando o tema da exposição e a carreira do artista.

Entrevistas com veículos de massa

Charlie Hunnam es entrevistado por periodistas en la premiere de una película.
A expressão “the record” se refere ao tratamento que o jornalista dá às informações.

A entrevista tornou-se popular na mídia moderna de transmissão de informações, como rádio e TV, o que deu a oportunidade não só de saber o que o entrevistado pensa, mas também de ouvir (no caso do rádio) e ver (no caso da TV) como ele ou ela o explica. O mesmo aconteceu com formatos multimídia em mídias digitais, como a internet, que podem ser reproduzidos repetidamente.

A expressão “the record” foi cunhada no jornalismo em inglês como uma forma de diferenciar o que é dito publicamente através da entrevista (on the record), e o que é dito nos bastidores e deve permanecer escondido (off the record).

O tratamento das informações (públicas ou privadas) dado pelo jornalista dependerá em grande parte da sua ética e da sua relação com as pessoas afetadas, caso sejam reveladas informações confidenciais.

No mundo da televisão, o clima de confiança e relaxamento necessário para uma entrevista que está sendo monitorada e transmitida por várias câmeras de televisão ao mesmo tempo tem sido chamado de borbulha.

O entrevistador deve ganhar a confiança do entrevistado e fazê-lo sentir-se em uma borbulha: protegido pela naturalidade do olhar constante do público e pelas exigências técnicas da mídia.

Como citar?

Citar a fonte original da qual extraímos as informações serve para dar crédito aos respectivos autores e evitar cometer plágio. Além disso, permite que os leitores acessem as fontes originais que foram utilizadas em um texto para verificar ou ampliar as informações, caso necessitem.

Para citar de forma adequada, recomendamos o uso das normas ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), que é uma entidade privada, sem fins lucrativos, usada pelas principais instituições acadêmicas e de pesquisa no Brasil para padronizar as produções técnicas.

ETECÉ, Equipo editorial. Entrevista. Enciclopédia Humanidades, 2023. Disponível em: https://humanidades.com/br/entrevista/. Acesso em: 17 julho, 2024.

Sobre o autor

Traduzido por: Márcia Killmann

Licenciatura em letras (UNISINOS), Doutorado em Letras (Universidad Nacional del Sur)

Data da última edição: 11 julho, 2023
Data de publicação: 6 março, 2023

Esta informação foi útil para você?

Não

    Genial! Obrigado por nos visitar :)